Leia também:
X Água vermelha em rio de SP intriga autoridades e moradores

CPI aprova relatório final com 80 pedidos de indiciamento

Nome de Jair Bolsonaro aparece com nove crimes atribuídos a ele

Monique Mello - 27/10/2021 13h44 | atualizado em 27/10/2021 14h10

Cúpula da CPI da Covid Foto: Agência Senado/Marcos Oliveira

Senadores da CPI da Covid aprovaram, na noite desta terça-feira (26), o relatório final apresentado por Renan Calheiros (MDB-AL), com 80 pedidos de indiciamentos. Foram 7 votos a 4.

Até esta terça-feira, a lista dos indiciados teria 81 nomes, mas Calheiros recuou e retirou o nome do senador Luis Carlos Heinze, após pressão do colegiado. Na relação final, os alvos são 78 pessoas e duas empresas.

Entre as autoridades estão o presidente Jair Bolsonaro, por nove crimes, e os filhos Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro.

Votaram a favor do relatório os senadores Eduardo Braga (MDB-AM), Humberto Costa (PT-PE), Omar Aziz (PSD-AM), Otto Alencar (PSD-BA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Tasso Jereissati (PSDB-CE), além do próprio relator.

Já os votos contrários vieram dos senadores Eduardo Girão (Podemos-CE), Jorginho Mello (PL-SC), Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Marcos Rogério (DEM-RO).

Na manhã desta quarta-feira (27), o colegiado entregou o documento ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

Leia também1 Donald Trump envia mensagem oficial de apoio a Bolsonaro
2 Pressionado, Renan recua e tira Heinze do relatório final da CPI
3 ‘Queria ter dado uma porrada em Renan', diz Jorginho Mello
4 Omar Aziz se irrita com Renan: 'Entregou a gente aos leões'
5 Maia volta para a Câmara para tentar derrotar Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.