Leia também:
X Lulistas criticam foto da Folha que sugere tiro no peito

Coronel que integrou o GSI critica Dino nas redes sociais

Em publicações, José Placídio Matias dos Santos também defendeu manifestantes e "pediu ação" do Exército

Pleno.News - 19/01/2023 18h44 | atualizado em 19/01/2023 18h56

Manifestantes no Congresso Nacional Foto: EFE/ Andre Borges

Em publicações feitas em redes sociais, um coronel do Exército que ocupou um cargo de confiança no Gabinete de Segurança Institucional (GSI) durante o governo de Jair Bolsonaro disparou críticas ao ministro da Justiça, Flávio Dino. O coronel ainda defendeu os manifestantes que invadiram os prédios dos Três Poderes no dia 8 de janeiro. Nas redes sociais, José Placídio Matias dos Santos também pediu ao comandante do Exército, Júlio César de Arruda, que tomasse alguma atitude.

Em uma das publicações feitas pelo militar, que ocupou um cargo no GSI durante um período de três anos, José Placídio Matias dos Santos se referiu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva como o “maior ladrão da história”.

– General Arruda, o Brasil e o Exército esperam que o senhor cumpra o seu dever de não se submeter às ordens do maior ladrão da história da humanidade. O senhor sempre teve e tem o meu respeito. FORÇA! – escreveu Placídio nas redes sociais no dia dos protestos.

Em outras publicações, ele defendeu os protestos e disse que a “purpurina” de Flávio Dino iria acabar.

Leia também1 Americanas recebe autorização judicial para recuperação
2 Lulistas criticam foto da Folha que sugere tiro no peito
3 Fiesp diz que ainda reconhece Josué Gomes como presidente
4 “Derrotamos Bolsonaro, mas temos que derrotar fanáticos”
5 Greenwald critica decisões de Moraes durante debate

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.