Leia também:
X Justiça derruba liminar e idosos em SP terão que pagar passagem

Contrato de R$ 100 milhões para F1, feito por Covas, é suspenso

Justiça suspendeu acordo com empresa e questionou sigilo do contrato

Paulo Moura - 13/01/2021 09h49 | atualizado em 13/01/2021 09h59

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

A Justiça de São Paulo suspendeu o contrato de R$ 100 milhões da Prefeitura de São Paulo com a MC Brazil Motorsport Holding Ltda, empresa responsável por promover o Grande Prêmio de Fórmula 1 na cidade. O juiz Emílio Migliano Neto, da 7ª vara da Fazenda Pública de SP, justificou sua decisão alegando ausência de licitação para o contrato.

– Os fatos revelam, sem sombra de dúvidas, que, pelo menos nesta fase, os princípios da publicidade e da transparência estão sendo violados de forma explícita – destacou.

O magistrado, que atendeu a uma ação do advogado Rubens Alberto Gatti Nunes, também reclamou do fato de a prefeitura ter colocado a documentação sob sigilo e disse que há necessidade de conferir se existem recursos para cobertura das despesas.

A MC Brazil seria responsável por promover o evento pelos próximos 5 anos, e o valor seria dividido em 5 parcelas anuais de R$ 20 milhões, segundo publicação no Diário Oficial do último dia 5 de janeiro. Em nota, a prefeitura informou que ainda não foi notificada, mas que vai prestar os esclarecimentos necessários.

Leia também1 Butantan deve anunciar eficácia geral da CoronaVac na terça
2 Justiça derruba decreto de Doria e libera transporte para idosos
3 Novo secretário de Covas já foi denunciado na 'máfia da merenda'
4 Butantan adia pedido de uso emergencial de vacina à Anvisa
5 Anvisa: Butatan não pediu uso emergencial durante reunião

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.