Leia também:
X Universidade do RJ é alvo de investigação por racismo

Conheça mais de Dallagnol, preferido de Moro para a PGR

Procurador investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

Camille Dornelles - 22/11/2018 08h28 | atualizado em 22/11/2018 08h29

O procurador Deltan Dallagnol Foto: ALEP/Pedro de Oliveira

Com a renovação das lideranças do governo para o próximo ano, a Procuradoria-Geral da República (PGR) também pode receber um novo chefe. Raquel Dodge, escolhida por Michel Temer, tem mandato até setembro de 2019.

 

Entre os nomes que despontam para a sucessão está o do procurador da República Deltan Dallagnol. Segundo publicação da revista Veja deste domingo (18), o especialista seria o preferido de Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça.

Deltan Dallagnol ficou conhecido no país por uma apresentação em Power Point, na qual apontou, sem rodeios, crimes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Depois, gerou polêmica ao afirmar que faria jejum e oração pela prisão de Lula.

O jurista não esconde sua fé. Dallagnol é membro da Igreja Batista e se apresenta como, antes de outra coisa, “seguidor de Jesus”. Ele defende que os presos, principalmente aqueles que cometeram crimes durante mandatos políticos, “permaneçam por mais tempo na cadeia e devolvam o dinheiro desviado da saúde, segurança e educação”.

CARREIRA NO MP E LAVA JATO
Ele se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), fez mestrado em Direito na Universidade de Harvard e trabalha no Ministério Público Federal desde 2003. Dallagnol é especialista em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e coordena investigações da Operação Lava Jato em Curitiba, no Paraná.

O procurador defendeu o avanço da Operação Lava Jato, que afirma ser inovador e “decidiu ousar por meio de um novo modelo de investigação”. Para ele, é importante que agentes e investigadores perseverem na luta contra a corrupção.

Leia também1 Exoneração de Sérgio Moro é publicada no Diário Oficial
2 Moro escolhe Maurício Valeixo como diretor-geral da PF
3 Futuro ministro da AGU é pastor de igreja em Brasília

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.