Leia também:
X Em congresso do MBL, Moro será entrevistado por Danilo Gentili

Com 312 votos, Câmara aprova PEC dos Precatórios em 1° turno

A apreciação dos destaques e a votação em segundo turno ainda terão datas definidas pelo deputado Arthur Lira

Pleno.News - 04/11/2021 07h29 | atualizado em 04/11/2021 10h06

Plenário da Câmara dos Deputados Foto: Câmara dos Deputados/Pablo Valadares

Por uma margem de apenas quatro votos, o governo conseguiu aprovar, na madrugada desta quinta-feira (4), em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, na Câmara dos Deputados. O texto abre um espaço de R$ 91,6 bilhões no Orçamento de 2022 para o pagamento do Auxílio Brasil.

A sessão para apreciação dos destaques (sugestões de mudanças ao texto principal) e votação em segundo turno da PEC será convocada “oportunamente”, segundo o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Não ficou claro se isso ocorrerá ainda nesta quinta ou na semana que vem.

Lira deu voto favorável e ajudou a aprovar a proposta. O parlamentar, que por ocupar a presidência da Casa não costuma votar, apertou o sim e contribuiu para garantir o placar vitorioso para o governo. Parte da oposição também foi crucial para a aprovação da medida.

A estimativa do governo é de que a PEC abra um espaço no Orçamento de 2022 de R$ 91,6 bilhões, dos quais R$ 44,6 bilhões serão decorrentes do limite a ser estipulado para o pagamento das dívidas judiciais do governo federal (precatórios) e R$ 47 bilhões serão gerados pela mudança no fator de correção do teto de gastos, incluída na mesma PEC.

Segundo o Ministério da Economia, o dinheiro será usado para o Auxílio Brasil, que deve tomar cerca de R$ 50 bilhões dessa folga orçamentária, além de permitir o ajuste dos benefícios vinculados ao salário mínimo, a elevação de outras despesas obrigatórias, a cobertura das despesas de vacinação contra a Covid e as vinculações do teto aos demais poderes e subtetos.

*Com informações AE

Leia também1 Em congresso do MBL, Moro será entrevistado por Danilo Gentili
2 Advogados conservadores lutam para barrar passaporte sanitário
3 Daniel Silveira usa derrubada da LSN para pedir absolvição ao STF
4 Onyx se irrita com âncora da CNN: 'Tô defendendo emprego, e você, demissão'
5 Doria diz que participará de filiação de Moro ao Podemos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.