Leia também:
X Milicianos incendeiam vans em guerra na Zona Oeste do Rio

Cobrado por apoiador, Bolsonaro liga para o presidente do Inmetro e resolve o problema

Homem questionou o presidente sobre a exigência de um novo cabo para taxistas

Henrique Gimenes - 16/09/2021 17h58 | atualizado em 16/09/2021 18h37

Presidente Jair Bolsonaro, em conversa com apoiadores Foto: Reprodução

Durante conversa com apoiadores na quarta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro atendeu ao apelo de um eleitor e ligou para o presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para “cobrar” informações sobre uma nova exigência para taxistas. Durante a conversa, no entanto, Bolsonaro reclamou do tom usado pelo apoiador ao fazer a cobrança.

O presidente foi abordado pelo taxista falando sobre a compra de um novo cabo para usar no taxímetro.

– Espera um pouquinho, pessoal, olha a maneira de falar. É igual em casa, eu posso chegar [dizendo] “meu amor” e resolver o assunto. Quando o cara vem “oh”, aí dá problema. Então, com calma. Com calma. Olha só, o Inmetro o pessoal não ouve falar de Inmetro há muito tempo. Eu troquei todo mundo do Inmetro. Botei um coronel lá – apontou.

Na sequência, Bolsonaro questionou o apoiador sobre o preço do cabo, que custaria R$ 400.

– Não é assim. Eu posso te garantir […] Você está gravando, você quer usar no teu meio. Eu vou resolver esse assunto, mas não dessa forma, não dessa forma. Não, não, não vou falar contigo. Não dessa forma que você falou comigo, aqui não é lugar para resolver seus problemas […] Se tiver educação, resolvo qualquer problema, mas dessa forma não – destacou.

Na sequência, Bolsonaro pediu a um assessor que ligasse para o presidente do Inmetro, Marco Heleno Guerson, e tratou da questão.

– Tem alguma coisa tratando de cabo para táxi agora no momento? Espera um pouquinho. Vou botar no viva-voz aqui – disse.

O presidente do Inmetro então respondeu que a portaria sobre o assunto estava suspensa.

– Faz favor, Guerson. Quando você tiver uma decisão, antes de qualquer publicação, você fala comigo sobre a questão do cabo para o taxista – completou Bolsonaro.

Após terminar o telefonema, Bolsonaro recebeu aplausos dos presentes.

Leia também1 Senadores acionam o STF para exigir sabatina de Mendonça
2 'Mendonça tem voto no Senado para STF', diz líder evangélico
3 CPI: G7 'se divide' sobre convocar ex-esposa de Bolsonaro
4 Flávio: Demora para sabatina de Mendonça beira o absurdo
5 Fiuza diz que corregedor do TSE faz 'campanha' contra o governo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.