Leia também:
X Morre militar que combateu a Guerrilha do Araguaia

Clube em SP do qual Moraes é sócio nega homenagem a ele

Ministro é vizinho da sede do Clube Pinheiros e já foi xingado por alguns associados

Monique Mello - 17/08/2022 12h40 | atualizado em 17/08/2022 12h57

Alexandre de Moraes Foto: Isac Nóbrega/PR

O Conselho Deliberativo do Esporte Clube Pinheiros rejeitou conceder um “voto de louvor” ao ministro Alexandre de Moraes, recém-empossado na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foram 64 votos contrários, 32 a favor e 7 abstenções em votação ocorrida nesta segunda-feira (15), um dia antes da posse do magistrado.

Moraes é sócio do Clube Pinheiros, sendo, inclusive, vizinho da sede, que fica ao lado do prédio em que mora no bairro nobre de São Paulo, Jardim Europa. O conselheiro José Mansur foi mentor da ideia de conceder a honraria ao ministro, fazendo o pedido diretamente ao presidente do colegiado, Guilherme Domingues de Castro Reis. A intenção do conselheiro era que a aprovação fosse automática. No entanto, como outros membros discordaram, a pauta foi levada para votação.

Os conselheiros votaram por meio de um sistema eletrônico. A imagem do placar foi obtida primeiramente pelo Poder360.

Votação entre conselheiros do Clube Pinheiros Foto: Reprodução

Moraes não é uma unanimidade no clube e já passou por situações desagradáveis. Em setembro de 2021, ele chegou a prestar queixa contra alguns associados que lhe proferiram ofensas. De acordo com o boletim de ocorrência, “indivíduos embriagados no interior do clube Pinheiros estariam proferindo ameaças e injúrias à pessoa da vítima”.

“Careca ladrão”, “advogado do PCC” e “vamos fechar o STF”, foram alguns dos xingamentos feitos pelo grupo direcionados ao ministro.

Leia também1 Marco Aurélio sobre discurso de posse de Moraes: "Agressivo"
2 Bolsonaro e Moraes cochicham e sorriem durante posse do TSE
3 Bolsonaro não aplaude defesa de Moraes ao sistema eleitoral
4 Em solenidade no TSE, Bolsonaro fica de frente para Dilma
5 Moraes dá 5 dias para Bolsonaro expor ação à varíola dos macacos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.