Leia também:
X Michelle critica Folha de SP por matéria sobre Jesus: ‘Cristofobia’

Ciro Nogueira diz que Lula é “cabo eleitoral” de Bolsonaro

Ministro fez referência às declarações dadas recentemente pelo petista

Paulo Moura - 12/04/2022 11h10 | atualizado em 12/04/2022 11h34

Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira Foto: Agência Senado/Marcos Oliveira

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, afirmou nesta terça-feira (12) que o ex-presidente Lula (PT) tem atuado como “cabo eleitoral número 1” do presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com Nogueira, tal fato seria motivado pelas declarações polêmicas feitas pelo petista, como o apoio ao aborto e os ataques à classe média.

– Apoio ao aborto, MST protagonista, zombar de Deus, ataques à classe média. Cada vez mais Lula abre distância no posto de cabo eleitoral número 1 do presidente Bolsonaro. A nós só resta agradecê-lo por tornar mais fácil a nossa missão de lembrar ao povo brasileiro do verdadeiro PT – declarou Nogueira no Twitter.

As declarações polêmicas de Lula sobre o aborto e classe média foram feitas durante um evento promovido pela Fundação Perseu Abramo na terça-feira passada (5). Na ocasião, Lula defendeu a descriminalização do aborto no país e apontou que o tema deveria ser tratado como uma questão de saúde pública, e não como crime.

– Na verdade, [o aborto] deveria ser transformado em uma questão de saúde pública e todo mundo ter direito e não vergonha – afirmou o petista.

No mesmo evento, o ex-presidente também criticou a classe média brasileira, dizendo que essa parcela da sociedade ostentava “um padrão de vida que nenhum lugar do mundo a classe média ostenta” e chegou a citar a imposição de um limite de consumo.

– Tem um limite que pode me contentar como um ser humano (…). Uma televisão já tá boa. Eu quero um computador, eu quero um celular, ou seja, na medida que você não impõe limite, você faz com que as pessoas comprem um barco e 400 milhões de dólares e comprem um outro para pousar o seu helicóptero – declarou.

Um dia antes, na segunda-feira (4), durante o lançamento da Plataforma da Central Única dos Trabalhadores (CUT) para as eleições deste ano, em São Paulo, o petista fez outra fala polêmica. No evento, o ex-presidente sugeriu que pessoas mapeassem o endereço de deputados para “incomodar a tranquilidade” deles.

– Se a gente mapeasse o endereço de cada deputado e fossem 50 pessoas na casa, não é para xingar não, é para conversar com ele, com a mulher dele, com o filho dele, incomodar a tranquilidade dele, surte muito mais efeito do que fazer a manifestação em Brasília – reforçou Lula.

Leia também1 Lula tenta desmentir a própria declaração sobre classe média
2 Caso Flordelis: Mais cinco réus começam a ser julgados hoje
3 Fake da Folha de SP sobre rainha repercute na imprensa britânica
4 Anitta ironiza Folha após notícia sobre sucesso "não tão global"
5 Cúpula da extinta CPI da Covid e nomes do MDB jantam com Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.