Ciro Gomes diz que Tabata Amaral deveria sair do PDT

Deputada contrariou o partido e votou a favor da reforma da Previdência

Pleno.News - 11/07/2019 18h28

Deputada Tabata Amaral e Ciro Gomes Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (11), o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, afirmou que a deputada federal Tabata Amaral (SP) deveria sair do PDT. A declaração foi dada durante um evento na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

– Para mim, neste momento, ainda estou com aquele sofrimento que no verso de Djavan fala em ‘desgosto de filha’ e esse sentimento não é bom conselheiro para providências que devemos tomar – explicou.

Nesta quarta-feira (10), a parlamentar contrariou o posicionamento do partido e votou a favor da reforma da Previdência. Para Ciro, a decisão de Tabata foi um “erro indesculpável”.

– É certo que, em minha opinião, ela cometeu um erro indesculpável, mas vale lembrar que a deputada tem 25 anos e ainda é uma idade em que as pessoas podem errar, embora no caso, um erro desse contra a melhor tradição do trabalhismo brasileiro e contra o povo mais pobre, é um erro que não pode passar impune – ressaltou.

Para o ex-governador do Ceará, a deputada deveria sair do partido, assim como outros parlamentares que votaram pela reforma.

– Não acho, francamente, que ela tenha mais lugar para ficar no PDT. Acho que ela deveria sair, assim como os outros deputados do partido que votaram a favor da reforma também – destacou.

Ciro Gomes, no entanto, disse que o partido irá abrir um procedimento na próxima semana para decidir o que fazer.

LEIA TAMBÉM+ PDT promete "ação cirúrgica" contra Tabata e mais 7 filiados
+ Tabata Amaral: "Meu voto na reforma é por convicção"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo