Leia também:
X Sergio Moro envia força-tarefa para atuar no Pará

Ciro chama Doria de “rato de navio” após crítica a Bolsonaro

Governador de São Paulo negou estar alinhado com o presidente

Henrique Gimenes - 30/07/2019 18h54 | atualizado em 30/07/2019 19h54

Presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria Foto: Carolina Antunes/PR

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, chamou, nesta terça-feira (30), o governador de São Paulo, João Doria, de “rato de navio” após ele dizer que não está alinhado ao governo de Jair Bolsonaro. A declaração foi dada por Doria um dia após criticar o presidente por uma fala sobre o pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz.

Nesta segunda-feira (29), Bolsonaro havia dito que se Santa Cruz quisesse “saber como o pai desapareceu no período militar, eu conto para ele”. Fernando Santa Cruz era integrante de um grupo contrário ao governo militar. Ele fazia parte do Ação Popular, sendo preso em 1974 e dado como desaparecido pouco depois.

Ainda nesta segunda, Doria havia criticado a fala de Bolsonaro por ser filho de um deputado cassado e exilado. Nesta terça, o governador de São Paulo deu uma entrevista à rádio CBN onde negou alinhamento ao governo atual. Sobre o slogan “BolsoDoria”, ele disse que foi uma coisa natural.

– Eu declarei isso quando assumi. Nunca tivemos alinhamento com governo Bolsonaro e nunca foi preciso porque as medidas que forem boas, nós apoiamos e apoiaremos. A nossa posição não mudou – apontou.

Para Ciro, candidato derrotado à Presidência no ano passado, a mudança de comportamento de Doria tem relação com alguém que abandona um navio que está naufragando.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.