Leia também:
X Fachin declara decreto de armas de Bolsonaro inconstitucional

Chamado de terraplanista por Lula, Bolsonaro mostra globo terrestre

Presidente rebateu falas junto do astronauta e ministro da Ciência e Tecnologia Marcos Pontes

Thamirys Andrade - 12/03/2021 11h24 | atualizado em 12/03/2021 13h36

Presidente Jair Bolsonaro em live semanal desta quinta-feira Foto: Reprodução

Após ser apontado como terraplanista pelo ex-presidente Lula (PT), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizou sua live semanal nesta quinta-feira (11), com uma miniatura de globo terrestre sobre a mesa, e rebateu as falas do petista.

– Um jumento me chamando de terraplanista. Um jumento. Tenho dois cursos superiores. Tem gente que tem curso superior e continua “burro”. Agora recomenda o quê? 51? Só pode ser 51 curtido em cobra surucucu, pico de jaca dentro da garrafa – disparou.

Ao fim de sua live, Bolsonaro convidou o astronauta e ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, que disse:

– A Terra é redonda. Eu nunca vi o presidente falando que a Terra é diferente de redonda. Não sei de onde tiraram isso daí – comentou o ministro.

Em seu discurso nesta quarta-feira (10) em São Bernardo do Campo (SP), Lula afirmou que seu concorrente político “não sabe que o planeta é redondo”.

– O planeta Terra é redondo. Não é retangular ou quadrado. O Bolsonaro não sabe disso. É sempre importante reiterar: o planeta é redondo. Ele [Bolsonaro] tem um astronauta no governo. O Marcos Pontes sobrevoou o planeta com um foguete russo quando [eu] era presidente. Se ele não dormiu, ele viu que o planeta era redondo. Ele poderia dizer ao presidente para não acreditar no Olavo de Carvalho e assumir que o mundo é redondo.

Ainda em sua live, Bolsonaro defendeu Marcos Pontes e disse que suas qualidades superam aos dos ministros do governo Lula.

– Olha a qualidade do meu ministro da Ciência e Tecnologia e a qualidade dos ministros do presidiário, para depois a gente começar a discutir. Veja o padrão de todos os ministros meus e daqueles do governo do PT lá, atrás. Lá atrás, [a] especialidade era outra. E sabemos para onde foi o Brasil. Então, essas críticas baratas não procedem – disse Bolsonaro.

Leia também1 Zambelli é eleita presidente da Comissão de Meio Ambiente
2 Gilmar Mendes troca farpas com Araújo e o acusa de "fake news"
3 Fachin declara decreto de armas de Bolsonaro inconstitucional
4 Kassab vira réu por corrupção, caixa 2 e lavagem de dinheiro
5 Bolsonaro diz ter conversado com PSL e outros partidos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.