Leia também:
X Ludmilla pode ficar sem cachê por fazer “L” na Virada Cultural

Cláudio Castro defende ação na Vila Cruzeiro e critica esquerda

"Turma da esquerda esquece que o policial é uma vida", declarou o governador do RJ

Pleno.News - 30/05/2022 17h08 | atualizado em 30/05/2022 17h29

Governador do RJ, Claudio Castro Foto: PR / Alan Santos

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, foi taxativo ao defender, nesta segunda-feira (30), a operação policial na Vila Cruzeiro que deixou 23 mortos na última terça-feira (24). O gestor fluminense afirmou que “quem aponta uma arma contra a polícia está apontando uma arma contra toda sociedade” e frisou que seu governo não tolerará atos do tipo.

Castro ainda teceu críticas à “turma da esquerda” que, em sua avaliação, “esquece que o policial é uma vida” e “só pensa na vida do bandido”.

– A vida das pessoas tem que ser tratada com muita responsabilidade, principalmente a do policial. Essa turma da esquerda esquece que o policial é uma vida. Ele só pensa na vida do bandido, ele esquece da vida do policial, que protege a vida dos outros – pontuou durante o lançamento das câmeras dos uniformes da PM.

Na ocasião, ele afirmou que a ação “visava prender os líderes da facção criminosa mais perigosa do RJ”, e que o Ministério Público estava “devidamente avisado”. Castro ainda considerou que a operação “cumpriu totalmente” a ADPF das Favelas, iniciativa popular no judiciário que limita a atuação das forças de segurança nas comunidades visando evitar a violência policial.

– Eu sinceramente não vi nenhum especialista falando de outra maneira do prisma daquela quantidade de armas e de se combater a criminalidade. Não consigo entender o que “moradores” estão fazendo em “bonde” com metralhadoras e granadas às 4h30 – acrescentou, segundo informações do portal G1.

A iniciativa lançada nesta segunda (30) promete instalar câmeras nas fardas de agentes de batalhões operacionais, incluindo o Bope e o de Choque. Castro, entretanto, não disse qual seria a data das instalações, justificando que esse tipo de informação poderia prejudicar a estratégia da polícia.

Leia também1 Suspeita de envenenar enteados pode ser ligada a outras mortes
2 Tarcísio ironiza Doria e diz que foi o melhor governador de MG
3 Morre aos 88 anos, o ator Milton Gonçalves, no Rio de Janeiro
4 União Brasil pode lançar Moro ao governo de SP, diz colunista
5 Jair Bolsonaro concede entrevista exclusiva a Sikêra

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.