Leia também:
X Major Olimpio: ‘Não há motivo para Bolsonaro sair do PSL’

Campanha anticrime viraliza após TCU proibir divulgação

Usuários publicaram os vídeos nas redes sociais como resposta à censura

Gabriela Doria - 08/10/2019 17h23 | atualizado em 08/10/2019 18h33

Sergio Moro e Jair Bolsonaro se empenham pela aprovação do pacote anticrime Foto: PR/Marcos Corrêa

Proibida pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a veiculação da campanha pelo pacote anticrime do ministro Sergio Moro ganhou a melhor divulgação: os eleitores. Não à toa, vídeos publicitários viralizaram nas redes sociais nesta terça-feira (8), horas após a proibição ser determinada pelo TCU.

Usuários de redes sociais estão divulgando vídeos que fazem parte da campanha. As imagens trazem depoimentos de pessoas reais que perderam familiares para a violência. A campanha busca sensibilizar a população a apoiar regras mais rígidas para crimes, principalmente hediondos e cometidos por organizações criminosas.

Além dos vídeos, a hashtag #PacoteAnticrimeJa e #PacoteAnticrime pedem pela aprovação das propostas de Sergio Moro.

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.