Leia também:
X Com Covid, Monique tem 5% do pulmão comprometido

Câmara pede que investigação contra Gentili permaneça no STF

Casa Legislativa quer que apuração seja anexada ao inquérito dos atos antidemocráticos

Thamirys Andrade - 21/04/2021 12h03 | atualizado em 21/04/2021 12h30

Gentili é investigado por suposta apologia à violência contra parlamentares Foto: Reprodução/SBT

Os advogados da Câmara dos Deputados pediram nesta terça-feira (20) ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que mantenha na Corte a investigação contra o humorista Danilo Gentili por suposto incentivo à violência contra parlamentares.

No documento, a Casa Legislativa pede que o caso seja anexado ao inquérito dos atos antidemocráticos.

O ministro Alexandre de Moraes declarou recentemente que o processo não poderia correr na Suprema Corte, já que o humorista não tem foro privilegiado. O magistrado, porém, pediu um parecer do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Na última semana, Aras reiterou o pedido para que Gentili seja investigado no mesmo inquérito por “hostilizar a Presidência da República” devido a uma publicação em seu Twitter. Na postagem da última sexta-feira (16) apontada pelo procurador-geral, o apresentador escreveu:

– Quem diz que só sai da cadeira de presidente morto é ditador. E ditador a gente sabe o que merece – disse em referência ao presidente Jair Bolsonaro.

Leia também1 Júri condena Derek Chauvin pelo homicídio de George Floyd
2 Bolsonaro diz a pastores que irá indicar André Mendonça ao STF
3 Moraes anula decisão de Bretas contra Temer e Moreira Franco
4 STJ nega pedido do MP para reabrir ação contra Haddad
5 Cármen absolve moradores de rua que furtaram supermercado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.