Leia também:
X Paulo Guedes sobre Bolsonaro: ‘Deixem o homem se pronunciar’

Câmara decide hoje se envia Flordelis ao Conselho de Ética

Caso será analisado pela Mesa Diretora e aprovação depende apenas da maioria dos presentes em reunião

Paulo Moura - 27/10/2020 08h28 | atualizado em 27/10/2020 08h30

Caso Flordelis será votado pela Mesa Diretora nesta terça Foto: Divulgação

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados decide nesta terça-feira (27), em reunião, se envia o caso da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) ao Conselho de Ética da Casa. O processo em questão pode levar à cassação do mandato da parlamentar.

Flordelis é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019. Entretanto, por ter imunidade parlamentar, a deputada segue em liberdade, porém com o uso de tornozeleira eletrônica, que foi instalada no dia 8 de setembro.

A Mesa Diretora é formada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e mais seis integrantes titulares, além de quatro suplentes. A reunião está convocada para as 10h na residência oficial do presidente, em Brasília. Nela, os deputados irão analisar e votar parecer do corregedor da Câmara, Paulo Bengtson (PTB-PA), que recomendou o encaminhamento do processo ao colegiado.

Em seu relatório, Bengtson afirmou que os fatos descritos na representação feita à Câmara pelo deputado Léo Motta (PSL-MG), em agosto, e no inquérito policial, “constituem indícios suficientes de irregularidades ou de infrações às normas de decoro e ética parlamentar”.

Para o parecer ser aprovado, não é necessária maioria absoluta. Se, por exemplo, cinco membros estiverem presentes, basta um placar de 3 a 2 para aprovar o parecer. Integrantes da Mesa ouvidos pelo portal G1 disseram que a expectativa é a de que a aprovação seja unânime.

Mesmo que a decisão seja pelo prosseguimento do processo, a análise no Conselho de Ética não será imediata. O motivo é que o colegiado está parado desde março devido à pandemia do novo coronavírus. O seu funcionamento depende da aprovação pelo plenário principal da Câmara de um projeto de resolução. Até agora, porém, não há uma definição para essa votação.

Leia também1 Após promessa, Flordelis deixa 'revelações' para futuros vídeos
2 Flordelis irá "romper o silêncio" e promete revelar tudo do seu caso
3 Suplente de Flordelis é alvo de operação contra "rachadinha"
4 Flordelis diz ter saudades do marido: "Mal consigo respirar"
5 Justiça nega liberdade para três filhos adotivos de Flordelis

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.