Leia também:
X Ciro Gomes ataca dono do Coco Bambu: ‘Vagabundo e sonegador’

Câmara aprova urgência de PL que proíbe alterações na Bíblia

Proposta poderá ser votada nas próximas sessões do Plenário, sem passar por comissões

Thamirys Andrade - 05/05/2022 12h43 | atualizado em 05/05/2022 13h08

Projeto é de autoria do deputado Pastor Sargento Isidório Foto: Câmara dos Deputados / Paulo Sergio

Por 358 votos a 32, a Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (4), o requerimento de urgência para votar um Projeto de Lei que proíbe alterações ou edições nos textos da Bíblia. A proposta é de autoria do deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA).

Segundo o dispositivo de número 4606/19, seria vedada “qualquer alteração, edição, supressão, adição ou adaptação aos textos dos livros da Bíblia Sagrada”, “sendo garantida a pregação do seu conteúdo em todo território nacional”.

– Nós, cristãos, mais de 89% dos brasileiros segundo o IBGE, consideramos a Bíblia a Palavra de Deus na Terra. O que torna qualquer alteração na redação deste Livro um ato mais que absurdo, flagrantemente uma intolerância religiosa e, por que não dizer, uma grande ofensa para a maioria dos brasileiros, independentemente da sua religião – diz trecho do projeto.

Com o requerimento de urgência aprovado, o PL poderá ser votado diretamente no Plenário, sem ter de passar pelas comissões.

Leia também1 Michelle participa de culto e ora por avivamento no Brasil
2 Para Lira, Bolsonaro superará Lula nas pesquisas até junho
3 Silveira devolve tornozeleira e não instala novo equipamento
4 Bolsonaro veta lei que repassaria R$ 3 bilhões anuais para cultura
5 Emendas para evento pró-Lula totalizaram quase R$ 1 milhão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.