Leia também:
X Reforma administrativa: Relator quer parecer no início de agosto

Brasil ganha assento temporário no Conselho da ONU

Bolsonaro agradeceu aos Estados Unidos pelo apoio na votação para cadeira não permanente

Pleno.News - 15/06/2021 13h10 | atualizado em 15/06/2021 13h41

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu aos Estados Unidos pelo apoio na votação para cadeira não permanente no Conselho de segurança da ONU e parabenizou o ministro das relações Exteriores, Carlos França, e os servidores do Itamaraty pelo resultado. O Brasil teve 182 votos favoráveis dos 190 totais e vai ocupar a vaga rotativa em 2022 e no ano seguinte.

– É a prova irrefutável da boa relação que o Brasil tem com o mundo todo – disse Bolsonaro ao público durante cerimônia de assinatura do acordo com os Estados Unidos para o programa Nasa Artemis, que pretende levar uma mulher à Lua pela primeira vez.

Bolsonaro fez críticas aos governos anteriores que, em sua visão, privaram o país de firmar acordos aeroespaciais por “questões ideológicas” e deixaram o projeto da base de lançamento de Alcântara, no Maranhão, “parado por dois anos no Congresso”.

– O Brasil tem um enorme potencial e vai mostrar seu valor nesse grande projeto não só para levar uma mulher ao espaço, mas para saber o que nós podemos trazer do espaço para aplicar aqui, na Terra – declarou aos presentes.

Bolsonaro afirmou que o acordo coloca o Brasil na história aeroespacial e agradeceu aos Estados Unidos pela “confiança e pelo respeito”. “A recíproca é verdadeira”, completou. Na avaliação do presidente, a entrada no “seleto grupo” de países que integram a iniciativa é sinal da admiração do mundo pelo Brasil.

*Estadão

Leia também1 Reforma administrativa: Relator quer parecer no início de agosto
2 "Mulheres são vacinadas cedo para fazerem comida", diz gestor da Saúde de Teresina
3 PF desarticula grupo que dava ordens de dentro de presídio
4 Fachin libera ação do PSDB para forçar Bolsonaro a usar máscara
5 Candidatos se unem e protestam contra questões da prova da OAB

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.