Leia também:
X Justiça manda bloquear R$ 11 milhões em bens de Alckmin

Brasil deve começar a liberar a vacina da Covid-19 em janeiro

Previsão é que o primeiro lote com 15 milhões de unidades chegue ao país em dezembro

Pleno.News - 05/08/2020 16h11 | atualizado em 05/08/2020 19h47

Vacina contra a Covid-19 deve começar a ser liberada em janeiro Foto: Reprodução

Durante audiência realizada na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (5), integrantes do governo informaram que a vacina de Oxford contra a Covid-19 deve começar a ser liberada para população em janeiro do ano que vem. A previsão é que um primeiro lote com 15 milhões de unidades chegue em dezembro deste ano.

A imunização é produzida pela farmacêutica britânica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford. O Brasil fechou um acordo para a aquisição de 100 milhões de unidades da vacina, o que inclui a transferência de tecnologia.

A audiência na Câmara foi realizada pela comissão que acompanha as ações de combate à pandemia de coronavírus. Um dos participantes foi o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, que não deu uma data específica para a liberação da vacina.

– Na data de hoje, nos parece muito precoce falarmos exatamente da data em que haverá essa vacinação. Mas a capilaridade de distribuição do nosso SUS é histórica no nosso país – apontou.

Já o diretor do Instituto Bio-Manguinhos, Maurício Zuma, informou que o Brasil terá 15 milhões de doses em fevereiro.

– Levando em consideração que a gente vai começar a produção de 15 milhões [de doses] em dezembro, e considerando o tempo de controle de qualidade, a gente acredita que comece a liberar estas primeiras doses a partir de janeiro. E os outros 15 milhões que serão produzidos em janeiro, a partir de fevereiro. Obviamente que vai depender de a vacina estar registrada para que ela possa ser usada – destacou.

O prazo da liberação da vacina ainda não está definido porque é necessário resolver algumas questões, como as relacionadas à logística e ainda ao registro da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Leia também1 Farmacêutica Moderna define preço da vacina para Covid-19
2 Vacina de Oxford conseguiu prevenir pneumonia de Covid
3 Covid: Vacina de empresa dos EUA tem resultados positivos
4 Governo prepara MP para comprar vacina de Oxford
5 "Coronavírus talvez nunca tenha cura", alerta OMS

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.