Leia também:
X Maurício Souza se filia ao PL e deve concorrer a deputado

Bolsonaro: “Vou na contramão do que o Guedes fala para mim”

Presidente falou sobre o ministro da Economia em cerimônia no Palácio do Planalto

Pleno.News - 15/03/2022 18h35 | atualizado em 15/03/2022 18h52

Bolsonaro e Guedes em evento no Planalto Foto: Washington Costa/ME

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (15) que vai na contramão do que o ministro da Economia, Paulo Guedes, fala para ele.

– Quando alguém chega com uma sugestão da política, eu vou ouvir primeiro Paulo Guedes. Aí eu vou na contramão do que ele fala para mim. Então, nos complementamos – disse em cerimônia no Palácio do Planalto, aos risos.

– Não sei 10% do que ele sabe de economia, ele não sabe 10% do que eu sei de política – acrescentou.

Logo após a brincadeira, Bolsonaro destacou que o trabalho da equipe econômica é fantástico e que Guedes tem sido vigilante em relação ao mundo político.

– Grande parte do orçamento é para juros e rolagem da dívida. Mas, nosso governo está sinalizando para posição futura, em que cada vez mais se diminuem as nossas dívidas. Ano de eleição, é natural, muita gente queria entrar no orçamento, Guedes tem sido vigilante. Tudo o que faz, faz com responsabilidade – declarou sobre o ministro da Economia.

O presidente também elogiou o chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida “Um homem de visão de futuro”, disse o presidente. Segundo ele, o auxiliar de Guedes já contava com sua vitória em 2018 antes das eleições.

Ao lado do senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL), Bolsonaro ainda voltou a destacar o que chama de conquistas do seu governo, como a criação do Pix e do Auxílio Brasil.

– Pix está na casa de 1 bilhão e 300 milhões de movimentações mensais – destacou.

Sobre o programa de valores a receber criado pelo Banco Central, Bolsonaro afirmou que “muita gente tem achado mil, dois mil, dez mil reais em conta inativa”.

Ainda de acordo com o presidente, cerca de 100 mil jovens já procuraram o governo federal para pagar dívidas do Fies dentro do programa de renegociação apresentado pelo governo.

*AE

Leia também1 "Brasil está preparado para qualquer guerra”, diz Guedes
2 "Alta da inflação é mundial, não tem a ver com Bolsonaro"
3 Tereza Cristina e Guedes fazem "previsões", caso a guerra piore
4 "Espero que a Petrobras siga a queda do petróleo lá fora"
5 Gentili se diz vítima de censura e de perseguição do governo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.