Leia também:
X ‘Terão novidades, dentro das quatro linhas da Constituição’

Bolsonaro vetará todo o Fundão se não puder cortar excessos

Para o presidente, o valor aprovado pelo Congresso é um "acinte"

Thamirys Andrade - 17/08/2021 12h37 | atualizado em 17/08/2021 14h38

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

Nesta terça-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro disse que vetará todo o aumento no Fundo Eleitoral caso não possa cortar os excessos. O presidente afirma que não tem a intenção de “brigar com a Câmara nem com o Senado”, mas o valor aprovado, de R$ 5,7 bilhões, é um “acinte”.

– A ordem que eu dei foi a seguinte: vetar tudo que extrapolar aquilo previsto na lei de 2017. Mas vamos supor que não seja possível porque está em um artigo só; então, vete tudo. Essa foi a decisão – declarou ele, durante entrevista à Rádio Capital Notícia, de Cuiabá (MT).

O presidente tem até a próxima sexta-feira (20) para aprovar ou vetar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022, na qual o texto sobre o aumento do Fundão está inserido. Apesar de poder aplicar vetos parciais, o presidente não pode fazer mudanças no texto.

– Nós temos que cumprir a lei. Eu não posso sancionar ou vetar qualquer coisa sem responsabilidade. Se eu sancionar o que não devo ou vetar o que não posso vetar, também estou em curso em crime de responsabilidade – disse.

O Planalto trabalha em um acordo com o Congresso para abaixar o valor para algo em torno dos R$ 4 bilhões. Nas eleições de 2020, o Fundão foi de R$ 2 bilhões.

Leia também1 Mourão sobre impeachment de ministros do STF: “Acho difícil"
2 Edson Fachin julgará pedidos de liberdade de Roberto Jefferson
3 Senadores acertam data para o encerramento da CPI da Covid
4 Nova campanha: TSE defende que urna eletrônica é segura
5 Lula diz que só conversará com as Forças Armadas se for eleito

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.