CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Renato Feder é escolhido como novo ministro da Educação

Bolsonaro sanciona lei que obriga utilização de máscaras

Presidente retirou pontos que determinavam a utilização do item em alguns espaços como igrejas e estabelecimentos comerciais

Paulo Moura - 03/07/2020 09h32 | atualizado em 03/07/2020 10h00

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta sexta-feira (3), a lei que trata sobre o uso de máscaras em espaços públicos como ambientes de trabalho, transporte público e templos religiosos. Com 17 vetos, o presidente optou por impedir o uso do item templos religiosos, no serviço público e em estabelecimentos comerciais.

Segundo o chefe do Executivo, uma aprovação do uso do item nos locais vetados por ele poderia incorrer em “possível violação de domicílio”. Os estabelecimentos comerciais, da mesma maneira, ficam desobrigados de oferecerem máscaras para clientes ou funcionários.

Além desse fato, Bolsonaro vetou trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras gratuitamente para as populações em situação de vulnerabilidade. Por último, o presidente excluiu a distribuição gratuita de máscaras para populações carentes pelo governo.

Bolsonaro também retirou a proposta do Congresso que agravava a punição para infratores reincidentes ou que deixassem de usar máscara em ambientes fechados. O texto, porém, seguirá com previsão de multa a quem descumprir a medida, mas o valor será definido pelos estados e municípios.

Leia também1 Emoção! Paciente com Down tem alta após vencer a Covid
2 Avó de Michelle está com Covid e pulmão comprometido
3 Confira como ter um currículo transparente e de sucesso
4 Especialista ressalta baixa imunidade contra nova H1N1
5 Hospital desativa vários leitos e volta a tratar outras doenças

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo