Leia também:
X Estados começam a calcular “prejuízos” com coronavírus

Jair Bolsonaro vê “guerra ideológica” por cloroquina

Presidente reforçou que já vinha falando do medicamento há semana

Gabriela Doria - 09/04/2020 15h22 | atualizado em 09/04/2020 16h18

Bolsonaro fala com apoiadores na saída do Alvorada Foto: Folhapress/Pedro Ladeira

O presidente Jair Bolsonaro declarou, nesta quinta-feira (9), que seus opositores travaram uma “guerra ideológica” em torno do uso da cloroquina no tratamento de pessoas com Covid-19. Ainda na noite desta quinta (8), Bolsonaro defendeu, em pronunciamento, o uso da substância como protocolo na pandemia.

– Há uma guerra ideológica em cima disso, guerra de poder. Se o pessoal me ajudasse um pouquinho, não me atrapalhasse, não estou me referindo a A, B ou C, o Brasil ia embora – disse Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada.

Apesar disso, Bolsonaro lembrou que o uso do fármaco contra a Covid-19 ainda não teve eficácia comprovada. No entanto, ele usou o exemplo o médico Roberto Kalil Filho, que recentemente foi curado da Covid-19 após usar a droga em seu tratamento.

Nesta semana, o Ministério da Saúde anunciou que já existe protocolo para tratar pacientes com sintomas graves e moderados com a cloroquina. Estudos neste sentido já estão em andamento no mundo todo, inclusive no Brasil.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.