Leia também:
X Aliados de Lula desconfiam e desdenham de Randolfe

Bolsonaro sobrevoa o Recife após chuvas matarem mais de 80

Presidente esteve em Pernambuco e anunciou apoio aos afetados pelos temporais

Paulo Moura - 30/05/2022 10h37 | atualizado em 30/05/2022 11h08

Bolsonaro sobrevoou o Recife após chuvas Foto: PR/Anderson Riedel

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sobrevoou, nesta segunda-feira (30), as áreas mais atingidas pelas chuvas na Região Metropolitana do Recife. Os temporais, que acontecem desde a segunda-feira passada (23), já deixaram mais de 80 mortos em Pernambuco.

Além do presidente, também integram a comitiva do governo federal os ministros do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira; da Saúde, Marcelo Queiroga; da Justiça, Anderson Torres; da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento; e do Turismo, Carlos Alberto de Brito.

Após o sobrevoo, Bolsonaro fez um pronunciamento sobre a situação vista na região. De acordo com o líder, a comitiva presidencial percorreu a área atingida e tentou pousar. Mas, o pouso não foi recomendado por causa da inconsistência do solo. O presidente ainda disse que as Forças Armadas e os ministérios têm atuado desde o início das chuvas.

– Como de praxe, as Forças Armadas foram as primeiras a se mobilizar, independentemente de qualquer solicitação e imediatamente depois os ministérios envolvidos. Tivemos problemas semelhantes em Petrópolis, sul da Bahia, mais ao norte de Minas Gerais, estive ano passado no Acre também, infelizmente essas catástrofes acontecem, um país continental tem seus problemas – destacou.

O presidente ainda manifestou o pesar pelas vítimas das chuvas e destacou o apoio que o governo tem oferecido aos mais afetados pelas catástrofes naturais. O número de mortos em decorrência das chuvas em Pernambuco já chega a 84. Somente no último fim de semana, ao menos 79 pessoas morreram.

– O objetivo maior é confortar os familiares e, por meios materiais, atender à população. Os ministros vão falar sobre o BPC, os que por ventura quiserem empréstimo, sem juros, poderão fazê-lo. E apoio aos municípios e governo do estado. O governo federal está sempre alerta para atender a população, independentemente de pedidos de autoridades locais – completou.

Leia também1 Aliados de Lula desconfiam e desdenham de Randolfe
2 Delegado diz não ver motivo para prender agentes da PRF
3 Mussi revela ter sofrido abuso sexual na infância: 'Muito difícil'
4 Criança de 4 anos morre em MG com suspeita de raiva humana
5 MP do Peru amplia investigação contra presidente Pedro Castillo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.