Leia também:
X Casos de Covid param de crescer na maioria das cidades grandes do Brasil

Bolsonaro sobre vacina: ‘Não podemos ser irresponsáveis’

Em live, Bolsonaro disse que antídoto ainda "não tem comprovação científica"

Henrique Gimenes - 03/09/2020 21h18 | atualizado em 04/09/2020 07h51

Presidente Jair Bolsonaro durante sua live semanal Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro explicou, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira (3), um declaração sua feita a apoiadores de que não poderia obrigar ninguém a tomar uma vacina para a Covid-19. Em sua live, ele afirmou que o governo não pode ser irresponsável com uma vacina que “ainda não tem comprovação científica”.

A declaração do presidente ocorreu na segunda-feira (31) ao falar com uma apoiadora que pediu para o presidente não liberar a imunização. Ao comentar a declaração em sua live, o presidente alfinetou a TV Globo.

– Parte da imprensa fica exigindo. [Mas] Não tem alternativa, toma ‘isso’. Você pode morrer e só tem aquele tipo de remédio, então toma. “Mas precisa de comprovação científica”. Em especial aquela TV, que tem o “jornal da morte” todo dia, 20h30. Jornal da morte TV, aquela dupla lá. Estou com um processo de direito de resposta em cima de vocês, estou com muita esperança de ganhar – apontou.

O presidente também falou sobre uma lei que determina a aplicação “coercitiva” da imunização.

– Então ali exigiam a comprovação científica da hidroxicloroquina. Mas hoje em dia muita gente apoia que a vacina [da Covid-19] seja aplicada de forma coercitiva. Na lei não está escrito isso. Na lei diz que poderão ser adotadas tais medidas. Poderão – disse.

Bolsonaro então disse que não pode obrigar ninguém a tomar uma vacina “sem comprovação científica”.

– Eu não vou assinar embaixo. Temos aqui, apesar de ser produzidos num bloco de países, EUA, Japão, União Europeia e China, tem fases. Temos que fazer certas perguntas, certos questionamentos. Afinal de contas, não podemos ser irresponsáveis. Uma vacina que ainda não tem comprovação científica. Tem comprovação nesses outros países, mas não aqui. Não podemos ser irresponsáveis de colocar para dentro do corpo de uma pessoa uma vacina. Foi quando eu falei, ninguém pode obrigar ninguém a tomar uma vacina – destacou.

Ao final, o presidente ainda criticou um projeto de lei em tramitação na Câmara sobre a vacina contra a Covid-19.

– Tem um projeto na Câmara, tramitando, que obriga a tomar a vacina. Se não tomar a vacina, se não usar máscara, é cadeia. Não tem cabimento um projeto desses. É o PL 3982/20 de um deputado do PDT. Então, pena de prisão para quem não usar máscara. Era multa e eu vetei. Pessoal me criticou. Eu acho que precisa ser uma campanha de conscientização. Se bem que já tem muito médico dizendo que essa máscara não protege bulhufas – ressaltou.

Leia também1 Bolsonaro sobre auxílio: 'Não é de imposto, é endividamento'
2 "Espero que governadores e prefeitos abram o comércio"
3 Parcelas de R$ 300 do auxílio emergencial têm novas regras
4 Bolsonaro propõe reforma que acaba com "mamatas" do funcionalismo
5 Bolsonaro vai discursar no 1º dia da Assembleia da ONU

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.