Leia também:
X Juristas entregam pedido de impeachment contra Bolsonaro

Bolsonaro sobre reeleição: ‘Com 4 no STF, a gente muda o Brasil’

Presidente comentou sobre sua possível vitória em 2022

Pierre Borges - 08/12/2021 17h39 | atualizado em 08/12/2021 18h17

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quarta-feira (8), em entrevista ao Gazeta do Povo, que, se for reeleito em 2022, ele conseguirá mudar o Brasil por intermédio de seus ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Com a recente aprovação de André Mendonça no Senado, o presidente colocou seu segundo indicado na Corte e, se vencer as próximas eleições, poderá indicar mais dois nomes.

– Vamos supor que eu venha candidato e me reeleja, eu vou ter quatro no Supremo que têm uma forma de pensar muito semelhante à minha. A gente muda o Brasil – afirmou Bolsonaro.

O primeiro nome indicado para o STF pelo presidente foi o de Kássio Nunes Marques, que ingressou na Corte no ano passado. Mendonça foi aprovado pelo Senado no início da última quarta-feira e sua cerimônia de posse está prevista para o dia 16.

Sendo 75 anos a idade limite para a permanência de um ministro no STF, em 2023, primeiro ano do próximo mandato presidencial, o ministro Ricardo Lewandowski e a ministra Rosa Weber deixarão a Corte, abrindo assim duas vagas para novas indicações.

Bolsonaro também pediu paciência aos que lhe cobram maior velocidade na tomada de “certas decisões” e sugeriu que a renovação precisa de tempo.

– Alguns querem rapidez em certas decisões. Não dá certo isso, porque os problemas viriam; não apenas internos, teríamos os problemas externos também. A renovação vai acontecendo. Peço paciência, né – completou.

Leia também1 Juristas entregam pedido de impeachment contra Bolsonaro
2 Grã-Bretanha se junta a boicote diplomático aos Jogos de Inverno
3 Bebês vacinados contra a Covid por engano sofrem piora
4 Boris Johnson diz que Ômicron se espalha mais rápido que Delta
5 João Doria anuncia passaporte da vacina em São Paulo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.