Leia também:
X Aluno de 7 anos sem máscara foi impedido de assistir aula, diz pai

Bolsonaro sobre Mendonça: “Meu compromisso foi concretizado”

Presidente parabenizou o novo ministro do STF e agradeceu aos 47 senadores que aprovaram o nome indicado por ele

Paulo Moura - 02/12/2021 07h21 | atualizado em 02/12/2021 09h41

Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta André Mendonça Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro comentou, na noite de quarta-feira (1°), a aprovação do nome do ex-advogado-geral da União (AGU), André Mendonça, para uma das cadeiras de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em uma publicação nas redes sociais, o chefe do Executivo disse que o fato concretizou seu compromisso de ter um ministro “terrivelmente evangélico” no STF.

– O meu compromisso de levar ao Supremo um “terrivelmente evangélico” foi concretizado no dia de hoje […] Nossos parabéns ao André, parabéns a Miracatu/SP (sua terra Natal) e boa sorte ao mesmo nessa longa jornada na defesa da Constituição, da democracia e da nossa vital liberdade – escreveu.

Bolsonaro também ressaltou que a espera pela aprovação de Mendonça foi “longa”, mas agradeceu aos 47 senadores que votaram pela aceitação do nome apresentado pelo chefe do Executivo em julho.

– Foi uma longa espera, onde 47 senadores, aos quais agradeço, entenderam ser André Mendonça uma pessoa capacitada para a missão – completou.

Com a aprovação, Mendonça vai ocupar a vaga deixada pelo ministro Marco Aurélio de Mello no Supremo.

Na sabatina, Mendonça foi aprovado por 18 votos a 9. Para assumir a vaga, ele precisava do apoio de 41 senadores, o que acabou ocorrendo, com seis votos a mais. Agora, o presidente do STF, Luiz Fux, é quem será o responsável por agendar a data da posse do novo ministro.

Leia também1 Por 47 votos a 32, Senado aprova Mendonça como ministro do STF
2 Fux aprova Mendonça e diz que posse será este ano: 'Satisfação'
3 Bolsonaro cumpre promessa de 'terrivelmente evangélico'
4 Pastor Silas Malafaia alfineta Davi Alcolumbre: “Se ferrou”
5 Aziz a Mendonça: "Disse o que a esquerda queria ouvir"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.