Leia também:
X João Roma toma posse como novo ministro da Cidadania

Bolsonaro sanciona lei que estabelece a autonomia do BC

Presidente fez anúncio em uma rede social

Ana Luiza Menezes - 24/02/2021 20h16 | atualizado em 24/02/2021 20h19

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Marcos Corrêa

Nesta quarta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei aprovada pelo Congresso Nacional que garante a autonomia do Banco Central. Um dos objetivos é proteger o órgão de interferências político-partidárias.

Bolsonaro usou uma rede social para comentar o assunto.

– Sancionamos a lei que garante autonomia do Banco Central, tema discutido há mais de 30 anos no Congresso Nacional – declarou.

Publicação do presidente Foto: Reprodução

Até o momento, o Planalto não informou se algum trecho da proposta foi vetado pelo presidente.

Por conta da sanção, Roberto Campos Neto, atual presidente do Banco Central, perde o status de ministro de Estado.

– Hoje é um grande dia para o Banco Central e um grande dia para o Brasil. Estamos diante de um importante passo, com a sanção pelo presidente Jair Bolsonaro da lei que garante a autonomia do Banco Central. Hoje vai ficar para a história como um marco do desenvolvimento institucional do nosso país – disse ele.

O texto aprovado pelo Congresso Nacional e avalizado pelo governo estabelece que o presidente do BC terá mandato de quatro anos, não coincidente com o do presidente da República.

Leia também1 IR 2021: Confira as datas e as novas regras para a declaração
2 PL da privatização dos Correios será entregue nesta semana
3 Equipe de Silva e Luna já prepara transição na Petrobras
4 Bolsonaro inclui aeroportos, BRs e portos em desestatização
5 Otimista, 82% da indústria prevê retomar investimentos neste ano

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.