Leia também:
X Barroso critica ‘milícias digitais’ e ‘conservadorismo radical’

Bolsonaro realiza nomeação de membros da ICP-Brasil

Presidente emitiu decreto nesta segunda-feira

Monique Mello - 24/11/2020 17h56 | atualizado em 24/11/2020 18h03

Presidente Jair Bolsonaro renomeia dois representantes para a ICP-Brasil
Presidente Jair Bolsonaro renomeia dois representantes para a ICP-Brasil Foto: FLickr/Palacio do Planalto

Nesta segunda-feira (23), o presidente da República Jair Bolsonaro nomeou o presidente-executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB) Edmar Araújo para mais um mandato como membro titular no Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). O diretor da AARB Paulo Milliet Roque também foi reconduzido como suplente. Ambos os mandatos, como representantes da sociedade civil, tem prazo até 22 de novembro de 2022.

– Serão mais dois anos tentando colaborar com a democratização de assinaturas digitais por meio de sadio debate, propostas e projetos. Agradeço ao apoio da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (Abrid), da ATID Associação Brasileira de Tecnologia e Identificação Digital, da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e da ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software – diz Araújo.

EDMAR DA SILVA ARAÚJO
Foi servidor do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) entre os anos de 2010 e 2018, exercendo as funções de jornalista, coordenador da Assessoria de Comunicação Social, chefe de gabinete (substituto), dirigente de monitoramento do Serviço de Informações ao Cidadão – SIC e Ouvidor. Em 2018, foi convidado para ser o presidente-executivo da AARB. Atualmente, é uma das principais fontes da imprensa no tema da certificação digital no Brasil, tendo concedido entrevistas a veículos de comunicação do país e publicado artigos sobre tecnologia e inovação.

PAULO MILIET ROQUE
Empresário do setor de certificação digital ICP-Brasil, membro da diretoria da AARB desde 2014 e seu atual vice-presidente. Também é sócio-fundador e vice-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES), entidade que representa mais de 2 mil empresas no País. Fundou a BraSoft, editora e distribuidora de software que publicou mais de 1.000 títulos de software e comercializou mais de 10 milhões de cópias. Atuou na distribuição da Microsoft, Symantec, Oracle, IBM, WordPerfect, e outras empresas de software corporativo, além de ter sido o fundador da Prisma Tecnologia, empresa que introduziu no Brasil o padrão Ethernet de rede local.

A ICP-BRASIL
É uma cadeia hierárquica que viabiliza a emissão de certificados digitais para identificar virtualmente pessoas físicas ou jurídicas. No Brasil, é usada a infraestrutura de chaves públicas, conhecida como certificação com raiz única.

Para visualizar o decreto, clique aqui.

Leia também1 Bolsonaro passa por exames de rotina no Palácio do Planalto
2 Empresa desenvolve vinho com o nome de Bolsonaro: “Il Mito”
3 Bolsonaro fala em "nova opção" se Aliança não sair até março
4 Bolsonaro nega privatização da transposição do São Francisco
5 Governo destina R$ 2,5 milhões para territórios quilombolas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.