Leia também:
X “Bolsonaro fala muita coisa, mas não age como fala”, diz Mourão

Bolsonaro presta depoimento à PF em inquérito de interferência

Presidente é acusado por Sergio Moro de tentar interferir no comando da PF

Monique Mello - 04/11/2021 12h35 | atualizado em 04/11/2021 12h47

Presidente Jair Bolsonaro Foto: EFE/Joédson Alves

O presidente Jair Bolsonaro prestou depoimento à Polícia Federal (PF), na noite desta quarta-feira (3), no inquérito que apura se houve interferência política do Planalto no comando da corporação. O chefe do Executivo havia solicitado que seu depoimento fosse de forma presencial.

No mês passado, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu à PF um prazo de 30 dias para que o depoimento do presidente ocorresse.

Instaurado em abril de 2020, o inquérito veio na esteira da demissão do ex-ministro Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de tentar interferir no comando da PF. Na ocasião, o presidente havia demitido o então diretor-geral da corporação, Maurício Valeixo, escolhido a dedo por Moro.

Bolsonaro tentou nomear Alexandre Ramagem como diretor da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), mas foi barrado por decisão de Alexandre de Moraes, que suspendeu a indicação.

À Polícia Federal, Bolsonaro respondeu a todas as perguntas e negou qualquer ingerência na PF.

Desde a abertura do inquérito, a PF já ouviu Moro, Valeixo, Ramagem, deputados governistas e ministros do Palácio.

Leia também1 “Bolsonaro fala muita coisa, mas não age como fala”, diz Mourão
2 Aos gritos de 'lixo', Moro tem 'recepção calorosa' em Brasília
3 Sergio Moro inicia articulações no DF e defende teto de gastos
4 Inquérito do TSE pode deixar Bolsonaro inelegível em 2022
5 Sabatina de Mendonça: Pacheco dá ultimato a Davi Alcolumbre

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.