Leia também:
X PT vai a TSE para censurar Brasil Paralelo e outros perfis

Bolsonaro pede que cristãos ‘falem de política hoje para poder falar de Deus amanhã’

Presidente deu declarações durante live nesta sexta-feira

Pleno.News - 08/10/2022 15h20 | atualizado em 10/10/2022 13h46

Bolsonaro durante live, nesta sexta-feira Foto: Reprodução/ Print de vídeo YouTube Jair Messias Bolsonaro

Durante live, nesta sexta-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu aos cristãos que falem sobre política agora para que possam falar sobre Deus no futuro. As declarações foram dadas durante sua transmissão ao vivo.

O chefe do Executivo disse ainda que não quer a volta “dessas pessoas que tanto nos fizeram mal”.

– Não queremos a volta dessas pessoas que tanto nos fizeram mal. Não queremos a legalização da maconha. Tentaram enfiar a ideologia de gênero. Tentaram enfiar o aborto. Não queremos o aborto. Tentaram levar coisas para a escola que seus pais não querem. Tentaram legalizar a maconha. São contra a legítima defesa. Vai acreditar nessas pessoas? – questionou.

Ele lembrou ainda das declarações que Lula (PT) deu, nesta semana, a respeito do aborto. Em peça publicitária que começou a ser divulgada na quinta-feira (6), Lula relembra seus três casamentos e diz que todas as três esposas, Lurdes, Marisa e Janja, não apoiam o aborto. Lurdes e Marisa já faleceram.

– Ele [Lula] falou há poucos dias que é a favor do aborto. Ele falou. Que as madames vão abortar em Paris, e o pobre, não. O cristão de verdade não aceita isso. O cristão que acha que ele [Lula] vai dar picanha para você, ele [Lula] não vai.

Leia também1 No Pará, Jair Bolsonaro participa do Círio de Nazaré
2 Mais votados reforçam bancada evangélica no Congresso
3 'Tratar assaltante como vítima é isentá-lo de responsabilidade'
4 'Recebi denúncias de pessoas obrigadas a votarem no Lula'
5 'Erro fundamental do PT é visão de que criminoso é coitadinho'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.