Leia também:
X Doria quer resgatar uso do nome “João” para se aproximar do povo

Bolsonaro nega corrupção e diz que querem “forçar a barra”

Líder afirmou que o país completou três anos e três meses "sem corrupção"

Paulo Moura - 08/04/2022 13h45 | atualizado em 08/04/2022 14h39

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta sexta-feira (8), que há uma tentativa de “forçar a barra” em acusações de corrupção contra seu governo. De acordo com o líder, o governo completou três anos e três meses “sem corrupção”. A declaração foi dada pelo chefe do Executivo na cerimônia de inauguração da duplicação da BR-116 e da BR-392, em Pelotas, Rio Grande do Sul.

– Completamos três anos e três meses, por mais que queiram forçar a barra, sem corrupção – resumiu.

Durante o evento, Bolsonaro também voltou a criticar, sem citar diretamente os nomes, alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Na ocasião, o líder afirmou que, no Brasil, existem atualmente “duas ou três pessoas que querem roubar a nossa liberdade”, mas que, segundo ele, “não conseguirão”. O líder ainda falou sobre a lisura do processo eleitoral.

– Tem poucas pessoas em Brasília que mandam muito, mas nenhuma delas manda em tudo. Os votos, por ocasião das eleições de outubro, serão contados. Não somos obrigados a acreditar em duas ou três pessoas, como se elas fossem donas da verdade. A verdade está com o seu povo; e o maior exército do Brasil, que são vocês, está conosco – completou.

Em viagem para a região Sul, Bolsonaro cumpre agenda no Rio Grande do Sul e no Paraná nesta sexta-feira. Às 13h, está programada uma visita nas obras da Unidade de Radioterapia da Santa Casa de Caridade de Bagé (RS). Na sequência, o líder entregará obras de ampliação do Aeroporto Regional de Passo Fundo. À noite, visita a 60ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina (PR).

Leia também1 Doria quer resgatar uso do nome "João" para se aproximar do povo
2 Sergio Moro "se nega" a se candidatar a deputado federal
3 João Doria diz para Eduardo Leite ter "grandeza para perder"
4 CPI do MEC: Senado investigará suposta fraude em assinatura
5 Hang entra e Luiza Trajano sai da lista dos 15 mais ricos do país

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.