Leia também:
X Juiz arquiva denúncia contra Lula e Dilma por obstrução da Lava Jato

Bolsonaro nega almoço com Guilherme de Pádua: “Mentira”

"As informações falsas divulgadas por parte da mídia só expõem sua falta de escrúpulo", disparou presidente

Gabriel Mansur - 12/08/2022 20h39 | atualizado em 13/08/2022 10h17

Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) veio a público, por meio de suas redes sociais, para negar que tenha almoçado ou sequer encontrado com o pastor Guilherme de Pádua, assassino confesso da atriz Daniella Perez, no último domingo (7), em Belo Horizonte. A informação sobre o suposto encontro foi veiculada em massa pela imprensa nesta sexta-feira (12).

Na data, Bolsonaro e sua esposa, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, participaram de um culto na Igreja Batista da Lagoinha pela manhã. A congregação acolheu Guilherme de Pádua em 1999, quando ele deixou a prisão. Após o culto, houve um almoço de comemoração aos 50 anos do pastor Márcio Valadão, que lidera a igreja. Bolsonaro, entretanto, afirma ter seguido para para São Paulo, onde acompanhou o jogo entre Palmeiras e Goiás.

– Sequer participei do almoço em Belo Horizonte. A mesma imprensa já havia divulgado que eu estava em uma churrascaria de SP na mesma data e hora. Quem propagou a mentira, já sabia da verdade, mas não se preocupou com a dor que poderia causar até à família de Daniella Perez. Aos que embarcaram nesse verdadeiro vale-tudo, podem bater em mim à vontade, só peço que tenham respeito pelo menos por aquelas pessoas que não podem se defender e que deveriam ser preservadas. O sofrimento dos familiares e amigos diante de uma perda não basta para vocês? – ressaltou.

Os rumores do suposto encontro surgiram após a divulgação de uma foto da atual mulher de Guilherme, Juliana Lacerda, junto à primeira-dama, Michelle Bolsonaro. A própria Juliana, todavia, negou que conhecesse Michelle. A declaração é corroborada pelo presidente da República.

– A própria pessoa envolvida nesse crime cruel e covarde nega ter estado presente no evento. Sua esposa, que não tem envolvimento com o crime, já se manifestou explicando que não conhece Michelle e que, assim como dezenas de mulheres, fez fila para tirar foto com a Primeira-Dama – continuou.

Para Bolsonaro, “as informações falsas divulgadas por parte da mídia só expõem sua falta de escrúpulos e o desprezo pela dor das pessoas, tratando-as como meras ferramentas”. Ele ainda complementa que sua “história de luta” mostra o lado que sempre esteve.

– Minha história de luta por leis mais duras para assassinos covardes, estupradores e demais crimes violentos fala por mim e mostra de que lado sempre estive. Enquanto viver, serão as vítimas, não seus algozes, que contarão com a minha eterna solidariedade – concluiu.

VEJA O PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE

Leia também1 Bolsonaro autoriza atuação das Forças Armadas nas eleições
2 Diferença entre Lula e Bolsonaro cai 9 pontos em MG, diz Quaest
3 Primeiro ato de campanha de Bolsonaro será em Juiz de Fora
4 Bolsonaro volta a criticar carta da USP durante evento no DF
5 Em live, Bolsonaro explica o veto a reajuste de policiais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.