Leia também:
X OAB pede ao STF que obrigue Bolsonaro a comprar vacinas

Bolsonaro nega a Fux que esteja planejando ‘estado de sítio’

Presidente do STF telefonou para o Palácio do Planalto após declaração

Pleno.News - 20/03/2021 10h42

Presidente do STF Luiz Fux e o presidente da República, Jair Bolsonaro Foto: PR/Marcos Corrêa

A escalada nas críticas do presidente Jair Bolsonaro a restrições adotadas por governadores para conter a pandemia levou nesta sexta (19) o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, a cobrar explicações do chefe do Executivo sobre referências a um possível estado de sítio no país. Fux telefonou para Bolsonaro após o mandatário afirmar, pela manhã, que “vai chegar o momento” em que o governo federal terá de tomar “ações duras”. Ao ministro, o presidente negou que estivesse tratando de medida de exceção.

A declaração feita por Bolsonaro ocorreu ao comparar o fechamento de comércios, escolas e toques de recolher adotados por estados a um decreto de estado de sítio, medida que só pode ser tomada pelo presidente com aval do Congresso. Líderes do Legislativo, no entanto, rechaçaram ontem dar aval a qualquer iniciativa neste sentido.

Em conversa com apoiadores no Alvorada, o presidente insinuou que o país caminha para um cenário de desobediência civil, em que a população se voltará contra governos locais.

– O caos vem aí. Será que o governo federal vai ter que tomar uma decisão antes que isso aconteça? Será que a população está preparada para uma ação do governo federal dura no tocante a isso? O que é ‘dura’? É para dar liberdade para o povo. É para dar direito para o povo trabalhar. Não é ditadura, não – prosseguiu Bolsonaro, chamando de “hipócritas” e “imbecis” quem atribui suas declarações a uma tentativa de ruptura democrática.

O presidente citou ainda as condições que levariam a uma possível ditadura.

– Um terreno fértil para a ditadura é exatamente a miséria, a fome e a pobreza. Onde um homem, com necessidade, perde a razão. Estão esperando o quê? Vai chegar um momento, gostaria que não chegasse esse momento, mas vai acabar chegando – afirmou o presidente.

*Estadão

Leia também1 OAB pede ao STF que obrigue Bolsonaro a comprar vacinas
2 Eduardo B.: "Genocida é quem proíbe tratamento precoce"
3 MP pede ao TCU Mourão no lugar de Bolsonaro na gestão da Covid
4 A pedido de Bolsonaro, PF irá investigar Ciro por 'crime contra a honra'
5 SP: Sorocaba inicia tratamento precoce com "kit Covid-19"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.