CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Morte em BH pode ser a 3ª por causa de cerveja contaminada

Bolsonaro: “Não sou contra o canabidiol para tratamentos”

Presidente falou também sobre o almirante Barra Torres, indicado para chefiar a Anvisa

Paulo Moura - 16/01/2020 11h19 | atualizado em 16/01/2020 11h20

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

O presidente Jair Bolsonaro falou, na manhã desta quinta-feira (16), sobre a indicação do contra-almirante da Marinha, Antônio Barra Torres, para o cargo de presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na ocasião, o mandatário elogiou o trabalho de Barra, que também é médico, na liberação do uso de canabidiol para tratamentos médicos, em dezembro do ano passado, e disse não ser contrário a essa utilização.

– Não sou contra o uso do canabidiol para tratamentos, mas se não fosse a participação do Barra de forma direta na licença do uso do cannabis, talvez o Brasil hoje seria um produtor legal da maconha – disse.

O presidente justificou a escolha do médico por entender que uma das principais atribuições da Anvisa é justamente questões ligadas à saúde. Barra foi aprovado ao cargo em julho do ano passado, através de sabatina no Senado.

– A Anvisa é uma agência importantíssima. Estou indicando o almirante Barra como presidente porque ele trata de vida, de medicamento, dentre outras coisas ligadas à saúde – afirmou.

Segundo Bolsonaro, como tem sido praxe no governo, as indicações para preenchimento de vagas no órgão seguirão critérios técnicos.

– A agência tem que funcionar e ser desburocratizada. Tem que ter apoio do governo e do parlamento para a gente colocar o Brasil para andar – declarou.

Leia também1 Bolsonaro sobre decisão de Dias Tofolli: "É o direito dele"
2 Bolsonaro detona Folha: “É um lixo. Acabou a mamata”
3 Brasil recebe com satisfação apoio dos EUA para a OCDE


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo