Leia também:
X Bolsonaro: “Há sabotagem de onde você nem imagina”

Bolsonaro: “Não é hora de um ministro evangélico no STF?”

Presidente participou de evento religioso em Goiânia

Camille Dornelles - 31/05/2019 12h27 | atualizado em 31/05/2019 12h39

O presidente Jair Bolsonaro participou, nesta manhã de sexta-feira (31), de um evento religioso na cidade de Goiânia, Goiás, e falou a líderes evangélicos durante a 46ª Assembleia Geral da Convenção Nacional das Assembleias de Deus – Ministério Madureira, no Setor Campinas.

Durante o discurso, o presidente criticou algumas ações do Supremo Tribunal Federal (STF) e declarou que os ministros “estão legislando”. Ele criticou os rumos da criminalização da homofobia.

– Se me permitem plagiar a ministra Damares, eu também sou terrivelmente cristão. Então, com todo respeito ao Supremo Tribunal Federal, eu pergunto: existe algum, entre os 11 ministros do Supremo, evangélico? Cristão assumido? Não me venha a imprensa dizer que eu quero misturar a Justiça com religião. Todos nós temos uma religião ou não temos. E respeitamos, um tem que respeitar o outro. Será que não está na hora de termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico? – declarou.

Bolsonaro também afirmou que “o Estado é laico, mas eu sou cristão” e indagou sobre uma mudança no Poder Judiciário.

– Desculpe aqui o Supremo Tribunal Federal, que eu respeito e jamais atacaria o outro poder, mas, pelo que me parece, estão legislando – apontou, aplaudido.

Leia também1 Veja ataca bancada evangélica em reportagem de capa
2 Bolsonaro e pastores incluem venezuelanos em oração
3 "O barulho do visto do Macedo é só para atingir Bolsonaro"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.