Leia também:
X PF faz buscas na sede da Precisa Medicamentos, alvo da CPI

Bolsonaro mantém Mendonça para o STF: “É ele até o final”

Sabatina do ex-advogado-geral da União segue emperrada por Davi Alcolumbre

Gabriela Doria - 17/09/2021 08h27 | atualizado em 17/09/2021 09h07

Bolsonaro reafirmou escolha de Mendonça ao STF Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, nesta quinta-feira (16), que não irá indicar outro nome além do ex-advogado-geral da União, André Mendonça, para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal (STF).

– É André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal. É ele até o final – reforçou Jair Bolsonaro à CNN.

Também na quinta, parlamentares da base do governo federal informaram que o senador Davi Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, deve incluir a sabatina de Mendonça na agenda ainda neste mês.

Nos bastidores, circula a informação de que Alcolumbre vem adiando a sabatina do indicado de Bolsonaro por estar insatisfeito com a postura do presidente com o Congresso Nacional. Outro motivo é o ressentimento do senador com o apagão que houve em seu estado, no Amapá – ocasião na qual ele considerou que não teve apoio do governo federal.

Mendonça foi indicado ao cargo em julho deste ano e, desde então, aguarda o agendamento da sabatina que irá definir seu futuro no STF.

Leia também1 Em espera por sabatina, André Mendonça diz ter 'paciência'
2 Senadores acionam o STF para exigir sabatina de Mendonça
3 'Mendonça tem voto no Senado para STF', diz líder evangélico
4 Flávio: Demora para sabatina de Mendonça beira o absurdo
5 Mendonça: Chance de desistir de STF é "zero vezes zero"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.