Leia também:
X Combustíveis: Câmara aprova texto de projeto que limita ICMS

Jair Bolsonaro lamenta morte de Jesse e do cão Shurastey nos EUA

Presidente ressaltou que os dois "percorriam o mundo levando as cores de nossa bandeira e a alegria do nosso povo"

Paulo Moura - 26/05/2022 08h40 | atualizado em 26/05/2022 09h38

Jesse e o golden Shurastey na Times Square Foto: Reprodução/Instagram @shurastey_

O presidente Jair Bolsonaro lamentou, nesta quarta-feira (25), a morte do influenciador digital brasileiro Jesse Koz e de seu cão, o golden retriever Shurastey, que faleceram após o fusca em que estavam se envolver em um grave acidente próximo da cidade de Portland, no estado norte-americano do Oregon, na última segunda (23).

No Twitter, o chefe do Executivo escreveu que era “impossível não se comover com a perda do garoto Jesse Koz e de seu cão Shurastey, que percorriam o mundo levando as cores de nossa bandeira e a alegria do nosso povo”.

– Nem sempre entendemos os percursos de nossas jornadas, mas o destino de todos nós é um só: o nosso Deus – declarou Bolsonaro.

O presidente também pediu que Deus console os familiares, amigos, fãs e admiradores de Jesse e Shurastey, e que eles sejam lembrados “pela alegria com que encararam esta vida, mesmo nos momentos mais difíceis”.

SOBRE O CASO
Conhecidos por viajar o mundo dentro de um velho fusca, Jesse Koz, de 29 anos, e o cachorro Shurastey estavam a caminho do Alasca quando sofreram um acidente em Oregon, nos Estados Unidos, e morreram na última segunda-feira (23).

De acordo com a imprensa local, Jesse tentou desviar de um engarrafamento, mas acabou perdendo o controle do veículo e batendo de frente com o carro de Eileen Huss, de 62 anos, na pista contrária. A mulher precisou ser levada a um hospital e a criança que estava com ela não sofreu ferimentos.

Em seu Instagram, o influenciador compartilhava registros da viagem ao lado do seu parceiro. Na última foto do perfil, publicada há oito dias, eles estavam na ponte Golden Gate, em São Francisco, na Califórnia.

A viagem fazia parte de um projeto chamado Shurastey or Shuraigow?, que era uma brincadeira com a música Should I Stay or Should I Go, da banda The Clash, que em tradução significa Devo Ficar ou Devo Ir.

Os dois viajavam desde 2017 com o carro com placa de Balneário Camboriú (SC) que ganhou o apelido de Dodongo. Ao longo desse tempo, eles conheceram 16 países.

Leia também1 Combustíveis: Câmara aprova texto de projeto que limita ICMS
2 PGR diz que indulto concedido a Daniel Silveira é constitucional
3 Elon Musk quer pagar 75% do Twitter com recursos próprios
4 Senado vota e aprova a criação do Serviço Civil Voluntário
5 Marcos Uchôa liga demissões na Globo a Jair Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.