Bolsonaro lamenta “fim” da carteira de estudante digital

Presidente afirmou que a MP que criou o documento perderá a validade sem ter sido votada no Congresso

Henrique Gimenes - 13/02/2020 19h48

Presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro lamentou, nesta quinta-feira (13), que a Medida Provisória (MP) que cria a carteira de estudante digital vai perder a validade sem ser votada no Congresso. Em sua tradicional live pelo Facebook, ele disse que o governo lançou a medida para facilitar a vida do estudante.

O texto perderá a validade no próximo domingo (16). No entanto, quem tirou o documento, poderá utilizá-lo até o final do ano.

– Pelo que tudo indica, nossa MP que permitia ao estudante tirar a carteira pela internet vai caducar. A Une [União Nacional dos Estudantes] está vibrando, mas nossa intenção era facilitar a vida do estudante e evitar que ele tivesse que pagar R$ 35. Lamentavelmente o PCdoB e a Une, não sei a força deles no Parlamento, conseguiram evitar que a MP fosse votada – destacou.

O presidente também comentou sobre o Conselho da Amazônia.

– O Conselho de Amazônia vai adotar medidas protetivas contra qualquer ação que não esteja de acordo com as leis brasileiras. À frente está [o vice-presidente] Hamilton Mourão, que já tem experiência. E com o conselho vamos mostrar ao mundo que a Amazônia é nossa e que poderemos explorar de forma sustentável – explicou.

LEIA TAMBÉM+ Bolsonaro confirma encontro com presidente da Argentina
+ Senado convida Mourão para falar sobre a Amazônia


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo