Leia também:
X “Se acontecer, a gente vai pra cima”, diz Bolsonaro sobre impeachment

Bolsonaro ironiza opositores em live com ‘Avanço’ e ‘Leite Moça’

Presidente debochou de Lula, Doria e Luciano Huck

Henrique Gimenes - 28/01/2021 20h59 | atualizado em 29/01/2021 10h14

Presidente Jair Bolsonaro durante sua live semanal Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou sua live semanal desta quinta-feira (28) para ironizar adversários políticos e narrativas criadas contra seu governo. Ele realizou a transmissão pelas suas redes sociais ao lado de uma lata de leite condensado e de um desodorante “Avanço”. Além disso, Bolsonaro também falou das medidas de lockdown e, sem citar nomes, debochou do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do governador de São Paulo, João Doria, e do apresentador Luciano Huck, da Globo.

As críticas aos adversários ocorreram ao afirmar que ele nunca demonstrou medo da pandemia.

– Temos que voltar a trabalhar. Desde o primeiro momento, eu falei que tinha que respeitar os idosos, mas não podia demonstrar medo. Tanto que fui para o meio do povo. A vida é minha – apontou.

Bolsonaro então rebateu as críticas de que estaria dando “mau exemplo” durante a pandemia e ironizou Lula.

– “Tá dando mau exemplo”. Olha, se eu fosse seguir exemplo de presidente, eu seria um cachaceiro hoje em dia. E teria outros defeitos. Agora, eu como chefe do Executivo, o povo me botou aqui e, no meu entender, pelas mãos de Deus eu tenho que me expor. Não posso ficar preso aqui, no Alvorada, com 1 milhão de latas de leite condensado aqui, embaixo, que é isso que parte da mídia diz, e deixando o povo que se vire lá fora – ressaltou.

Por fim, o presidente falou sobre Doria e Huck.

– Eu não sou daqueles de “vamos fechar” e ir para Miami. Não teve um outro cara, também, que foi passear em qual ilha mesmo? Um narigudo […] Outro também que fala… que tem um narigão que parece um órgão… Não vou falar aqui. Parece um órgão acessório. Também fica pregando, abraçando os outros em cima de uma capa plástica. Diz que está com a mão amarrada e vai passear em Saint Barth [no Caribe]. Assim é fácil – concluiu.

Leia também1 "Se acontecer, a gente vai pra cima", diz Bolsonaro sobre impeachment
2 Jair Bolsonaro diz: "Tem muitos evangélicos que gostam de mim"
3 STF quer informações sobre a privatização dos Correios
4 Lira diz que será independente e que ninguém influirá na Câmara
5 Gastos do governo federal com alimentos caíram em 2020

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.