Leia também:
X Jair Bolsonaro avalia baixar um decreto contra isolamento

Bolsonaro: ‘Inventaram gabinete do ódio, é gabinete da liberdade’

Presidente disse que o governo está na iminência de definir regras para garantir a liberdade de expressão nas redes sociais

Pleno.News - 05/05/2021 13h20 | atualizado em 05/05/2021 13h27

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro defendeu o “filho 02”, o vereador Carlos Bolsonaro, e os assessores presidenciais Tercio Arnaud Tomaz e José Matheus Salles Gomes, da acusação de opositores de que o grupo integra o chamado “gabinete do ódio”. Para Bolsonaro, o filho e os assessores são alvos de perseguição.

– São pessoas perseguidas o tempo todo, como se tivessem inventado um gabinete do ódio. É o gabinete da liberdade, da seriedade – declarou.

Ainda sobre o filho Carlos Bolsonaro, o presidente disse que ele foi o marqueteiro de sua campanha e que não ganhou “milhões” no exterior, como outros publicitários que atuam nas eleições. Ele admitiu que as redes sociais tiveram papel excepcional em sua eleição e afirmou que elas são a forma de garantir a entrega de “informações de verdade” à população.

Sobre as redes sociais, Bolsonaro disse que o governo está na iminência de regulamentar o Marco Civil da Internet e publicar um decreto para garantir a liberdade de expressão nas redes sociais. De acordo com o presidente, ele e seus apoiadores são cerceados com frequência.

– A minha rede social talvez seja aquela que mais interage em todo o mundo. Somos cerceados, como muitos que me apoiam são cerceados. Daremos liberdade e punições a quem porventura não respeite isso – afirmou.

*Estadão

Leia também1 Jair Bolsonaro avalia baixar um decreto contra isolamento
2 Rodrigo Pacheco receberá Lula para reunião em Brasília
3 Assista agora! Nelson Teich é ouvido pela CPI da Pandemia
4 Robson deixa a Rússia e será recepcionado por Bolsonaro
5 CPI da Covid ouve nesta quarta-feira o ex-ministro Nelson Teich

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.