Leia também:
X Pool entre RedeTV!, Metrópoles e O Antagonista fará debate

Bolsonaro é a favor de que roubo de celular seja crime hediondo

Presidente fez crítica indireta ao seu oponente nas eleições, o ex-presidente Lula

Monique Mello - 05/08/2022 14h31 | atualizado em 05/08/2022 14h44

Bolsonaro em live Foto: Reprodução/YouTube

Nesta quinta-feira (4), durante sua tradicional live pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou ser favorável a tornar o roubo de celular em crime hediondo.

– Eu acho que tem que achar uma maneira de criminalizar como sendo hediondo o roubo de celular. Porque você pode ver, geralmente quem tá com o celular, qualquer pessoa tá com o celular na rua, né? Mas pega uma pessoa ali, completamente desprevenida, uma pessoa idosa, um jovem, e o elemento, ao roubar esse celular, atira, mata. Imagina você perder um parente um amigo, um filho dessa forma – disse, acrescentando também o latrocínio, que já é configurado como crime hediondo.

O presidente fez uma referência indireta ao ex-presidente Lula (PT), que em suas falas já lamentou pelos jovens que são presos roubando celular, “por falta de perspectiva”.

– A perda é lamentável em qualquer situação, mas o roubo de celular, que é estimulado por uma pessoa, que disse há pouco tempo que quem rouba celular quer apenas tomar uma cervejinha no final da tarde – apontou, sem citar o nome de Lula.

Transformar um crime em hediondo significa torna-lo inafiançável e insuscetível de graça, indulto ou anistia, fiança e liberdade provisória.

No Brasil, são considerados crimes hediondos: tortura; tráfico de drogas; terrorismo; homicídio, quando praticado em atividade típica de grupo de extermínio; homicídio qualificado; latrocínio; extorsão qualificada pela morte; extorsão mediante sequestro e na forma qualificada; estupro; atentado violento ao pudor; epidemia com resultado morte; genocídio; falsificação; e alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Leia também1 Globo anuncia que Bolsonaro dará entrevista ao JN no Rio
2 "Beijo do gordo": Políticos reagem à morte de Jô Soares
3 Marçal: 'Lula é tão ladrão que tentou me roubar a candidatura'
4 "A gente espera outras reduções na Petrobras", diz Bolsonaro
5 Bolsonaro: 'Correção da tabela do imposto de renda está garantida'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.