CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X 32 crianças são mortas por dia no Brasil, revela Damares

Bolsonaro diz que vazamento de dados é “clara intimidação”

Presidente comentou que medidas já estão sendo tomadas contra exposição de informações

Paulo Moura - 02/06/2020 14h05

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro falou na tarde desta terça-feira (2) sobre o vazamento de seus dados pessoais, dos filhos e dos apoiadores pelo grupo de hackers Anonymous. Pelas redes sociais, Bolsonaro disse que o fato é uma “clara intimidação”, mas que as medidas contra o ato estão em andamento.

– Em clara medida de intimidação o movimento hacktivista “Anonymous Brasil” divulgou, em conta do Twitter, dados do Presidente da República e familiares. Medidas legais estão em andamento, para que tais crimes, não passem impunes – escreveu.

Além de Bolsonaro, também foram alvos do movimento hacker os filhos do chefe do Executivo, Carlos e Eduardo Bolsonaro, e aliados do presidente como o empresário Luciano Hang, a ativista Sara Winter e o deputado estadual Douglas Garcia.

As medidas a que o presidente se refere foram anunciadas pelo ministro da Justiça, André Mendonça, que confirmou a abertura de uma investigação, que ficará sob responsabilidade da Polícia Federal, para apurar o fato.

Entre os itens expostos pelos hackers apareceram números de telefone, documentos, endereços e dados sobre imóveis da família do presidente. Apesar de alguns desses dados já serem públicos por constarem no sistema do Tribunal Superior Eleitoral, os telefones, por exemplo, eram privados.

Leia também1 Sara Winter é expulsa do DEM após ameaçar ministro do STF
2 MJ vai investigar vazamento de dados de Bolsonaro
3 Rivaldo "agradece" Moro por ter saído do governo federal
4 Eleições: Bolsonaro diz que não pretende apoiar prefeitos
5 Hackers vazam dados pessoais de Bolsonaro, filhos e aliados

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo