Leia também:
X Usuários ironizam passeatas: “Tsunami virou marolinha”

Bolsonaro: “Eu seria ditador se ganhasse tudo no Congresso”

Presidente realizou uma nova transmissão ao vivo

Henrique Gimenes - 30/05/2019 21h31 | atualizado em 30/05/2019 21h41

Presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quinta-feira (30) que é natural que o Poder Executivo sofra derrotas na Câmara e no Senado.

Em live semanal, nas redes sociais, ele ressaltou que é até positivo que o Palácio do Planalto não ganhe todas as votações, porque, nesse caso, o presidente se tornaria um ditador.

Na terça-feira (28), o Senado confirmou decisão da Câmara, retirando o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeira) do Ministério da Justiça e o devolvendo para a pasta da Economia.

“Nós não podemos ganhar tudo na Câmara e no Senado. Não existe e é até bom que não ganhe. Passaria a ser um presidente que não seria presidente, seria um ditador. Tudo que ele manda é aprovado, como acontece no Parlamento cubano”, disse.

Para evitar o risco de que a medida provisória da reestruturação do governo perdesse validade, o próprio presidente trabalhou para que o Coaf ficasse com a Economia, diferentemente do que pregou inicialmente.

Na live semanal, Bolsonaro afirmou que a discussão em torno do Coaf gerou uma “briga enorme” e que, após o resultado, começou uma perseguição nas redes sociais aos deputados que não votaram pela permanência do órgão federal na Justiça.

“Não vamos atirar em pessoas que são aliadas nossas. Não façam julgamento de imediato”, pediu. “Nós estamos aqui para sermos criticados ou elogiados. É natural a pancada”, acrescentou.
A tendência é de que o presidente também enfrente derrota em medida provisória que flexibiliza partes do Código Florestal.

A Câmara aprovou a iniciativa, mas o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que a deixará perder a validade.

LIVE DA SEMANA (26 DE MAIO) COM PRESIDENTE JAIR BOLSONARO

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Quinta-feira, 30 de maio de 2019

Assista ao vídeo.

*Folhapress

Leia também1 Afronta! Militantes lembram facada e "queimam Bolsonaro"
2 Bolsonaro não pressionou por afastamento de comentarista

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.