Bolsonaro diz que não irá prorrogar intervenção no RJ

Ele falou com a imprensa sobre decreto após evento militar

Pleno.News - 30/11/2018 15h00

Bolsonaro falou sobre internvenção após evento militar Foto: Folhapress/Zanone Fraissat

Nesta sexta-feira (30), após sair de um evento de formatura militar na Escola de Especialidades de Aeronáutica, em Guaratinguetá, São Paulo, o presidente eleito Jair Bolsonaro concedeu entrevista a jornalistas.

Entre os assuntos perguntados, falou sobre o decreto de intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Bolsonaro afirmou que não irá prorrogar a ação.

– Assumindo, não a prorrogarei Agora, se quiserem falar em GLO (decreto de Garantia da Lei e da Ordem), vou depender do Parlamento para assinar. Eu quero uma retaguarda jurídica para as pessoas que fazem a segurança em nosso Brasil. Não admito que integrante das polícias e das Forças Armadas, após o cumprimento da missão, respondam a um processo – declarou.

 

WILSON WITZEL
O futuro governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, já havia antecipado que quer pedir uma GLO a Bolsonaro. Durante uma entrevista coletiva para anunciar novos nomes para as secretarias do Governo, Witzel defendeu que os militares precisam continuar no estado.

LEIA TAMBÉM+ Quem irá assumir o cargo de Pezão no governo do RJ?
+ Witzel pedirá auditoria de todos os contratos do Estado
+ Malafaia fala de articulação política no governo Bolsonaro


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo