Leia também:
X Presidentes de partidos sobre atos de domingo: ‘Nada muda’

Bolsonaro diz que Lula “vendeu até a mãe” para seguir no poder

Presidente criticou "aparelhamento" promovido no governo durante a gestão petista

Paulo Moura - 02/08/2021 11h44 | atualizado em 02/08/2021 12h11

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta segunda-feira (2), o ex-presidente Lula (PT) e o governo do petista por conta do “aparelhamento” que, segundo o atual chefe do Executivo, teria sido promovido no governo federal durante a gestão da legenda de esquerda. O líder afirmou que o Lula “vendeu até a mãe para ficar no poder”.

– Querem dar a direção ao Brasil a um corrupto, cachaceiro, que arrebentou as estatais, loteava tudo aqui e vendeu até a mãe para ficar no poder, aparelhou tudo… Querem fazer igual a Argentina? As consequência vêm aí – disse Bolsonaro.

O presidente da República também acusou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, de ajudar a soltar o ex-presidente para colocá-lo no poder novamente.

– O Barroso ajuda a botar o cara pra fora da cadeira e o torna elegível, e o Barroso vai contar os votos dele lá. Quais as consequências disso? Se as eleições tiverem problema, dizem: “recorra à Justiça”. Qual Justiça? O Supremo, que colocou o Lula para fora e o tornou elegível? – questionou Bolsonaro.

Leia também1 Venda de bandeiras aumenta em atos pró-governo e cai nos do PT
2 Bolsonaro afirma que horário de verão pode voltar se tiver apoio
3 ITA abre novo concurso com 150 vagas para quadro de oficiais
4 Remédio utilizado por Joice pode causar perda de memória
5 Equipe da Globo sofre acidente instantes antes de entrar ao vivo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.