CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Bolsonaro indica dois nomes para a diretoria da Anac

Bolsonaro diz que criminosos devem temer pacote anticrime

Mandatário também fez críticas à Justiça do país

Pedro Ramos - 03/10/2019 16h39 | atualizado em 03/10/2019 18h38

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PR

Nesta terça-feira (3), o presidente da República, Jair Bolsonaro, ao falar sobre o pacote anticrime, afirmou que ele foi feito “para ser temido por marginais e não pelo cidadão de bem”.

– Queremos mudar a legislação para que a lei seja temida pelos marginais e não pelo cidadão de bem. Esse é o espírito da lei e o objetivo da propaganda do projeto anticrime – disse o mandatário.

Bolsonaro também aproveitou a oportunidade para fazer críticas aos órgãos de Justiça e ao Ministério Público.

– O ativismo em alguns órgãos da Justiça e do Ministério Público na política busca, cada vez mais, transformar auto de resistência em execução. É doloroso você ver um policial chefe de família preso por causa disso. Muitas vezes vemos policiais militares serem alçados por uma função, aí vem a imprensa dizer que ele tem 20 autos de resistência. Tem de ter 50. É sinal de que ele trabalha, que faz sua parte, e de que ele não morreu – disse o mandatário.

Leia também1 Pacote anticrime: Oposição quer suspender publicidade
2 Bolsonaro critica condenação de policiais por 'excessos'
3 Gleisi diz que Gilmar Mendes prestou grande serviço ao país

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo