Leia também:
X Fotos: Classe artística comparece ao casamento de Lula e Janja

Bolsonaro diz perder metade de seu tempo se defendendo do STF

Presidente falou em "interferências indevidas" por parte da Corte

Thamirys Andrade - 19/05/2022 13h11 | atualizado em 19/05/2022 15h42

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

Durante discurso nesta quinta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro (PL) queixou-se de “interferências indevidas” por parte do Supremo Tribunal Federal (STF). O chefe do Executivo afirma ter passado boa parte de seu mandato se defendendo de investidas da Suprema Corte. Na ocasião da fala, Bolsonaro discursava no congresso Mercado Global de Carbono, realizado no Rio de Janeiro.

– Muitos aqui dos meus ministros poderiam estar muito bem de vida, ganhando dez vezes mais em outro local, mas preferiram vir para dentro do governo e sofrer muito com interferência explícita do Poder Judiciário, o que é muito lamentável. [Passei] mais da metade do meu tempo me defendendo de interferência indevida do STF. É triste isso daí – pontuou o líder do Planalto, segundo informações do portal Metrópoles.

A fala vai na contramão do que o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, declarou nesta quarta (18), durante o lançamento do Programa de Combate à Desinformação, quando o magistrado negou que o Supremo invada a atribuição de outros Poderes.

– Importante que todos tenham a ciência de que a justiça, em geral, desde o juiz de primeiro grau, são funções que não se exercem sem provocação. O Supremo não sai de sua cadeira para julgar questões políticas, morais, razões públicas. Quando provocado, ele se manifesta. Diante de uma provocação devemos decidir as questões. Falsa impressão. Fake news que o Supremo invade a esfera dos outros Poderes – assinalou Fux.

Ainda no evento desta quinta, no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse que sua gestão está “fazendo sua parte e jogando dentro das quatro linhas [da Constituição]”. Também estiveram presentes na ocasião os ministros Joaquim Leite, do Meio Ambiente, e Paulo Guedes, da Economia.

Leia também1 Doria "não decola" e 3ª via decide seguir com Simone Tebet
2 Casamento de Lula em São Paulo teve penetra e jingle eleitoral
3 Fux: Punir motorista que recusar bafômetro é constitucional
4 PT demonstra preocupação com apoio a Freixo no Rio de Janeiro
5 Ministro do TCU diz que sistema eleitoral é "sólido" e "confiável"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.