Bolsonaro demite secretário de imprensa recém-nomeado

Paulo Fona disse que a decisão o "pegou de surpresa"

Pleno.News - 13/08/2019 21h55

Presidente da República, Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro demitiu na noite desta terça-feira (13) o recém-nomeado secretário de imprensa do Palácio do Planalto, Paulo Fona. Ele foi o terceiro a ocupar a cadeira desde que o presidente assumiu o mandato. Antes de a nomeação dele ter sido publicada no Diário Oficial da União, na semana passada, o cargo estava vago havia mais de um mês.

O secretário anterior, Fernando Diniz, ficou menos de trinta dias na função. Procurado pela reportagem, Fona disse que a decisão o “pegou de surpresa”. Segundo a reportagem apurou, a exoneração se deveu ao histórico do profissional, que atuou para quadros do MDB, do PSDB e do PSB.

Paulo Fona Foto: Palácio Piratini/ Mauro Mattos

– A decisão da minha exoneração pelo presidente me pegou de surpresa. Fui convidado para assumir a Secretária de Imprensa, alertei-os de meu histórico e minha postura profissional e a intenção de ajudar na melhoria do relacionamento com a mídia em geral – disse.

*Folhapress

LEIA TAMBÉM+ Olímpio sobre Frota: "Que Deus guarde e esqueça onde"
+ Agradecimento: Maia recebe carta enviada por Lula
+ Bolsonaro recebe honraria da Justiça do Trabalho


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo