Leia também:
X PT sofre derrota em ação por dano moral contra Luciano Hang

Bolsonaro defende liberdade: ‘Passaporte da Covid é um crime’

Presidente deu declarações nesta quinta-feira

Ana Luiza Menezes - 02/09/2021 20h28 | atualizado em 02/09/2021 20h40

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

Nesta quinta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro criticou a exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19. Ele deu declarações durante a cerimônia de assinatura de autorizações ferroviárias, no Palácio do Planalto.

O chefe do Executivo classificou como “crime” a criação de um passaporte da Covid. Segundo ele, “querem instituir regras por decretos estaduais passando por cima da Constituição”.

Em seu discurso, Bolsonaro também defendeu a liberdade.

– Liberdade acima de tudo. Quererem criar um passaporte da Covid, isso é um crime. Querer impor regras por decretos estaduais ou municipais, violando o artigo 5º da Constituição, isso é um crime – declarou.

A medida relacionada ao imunizante já foi adotada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB). No estado, as pessoas precisarão comprovar que tomaram pelo menos uma dose da vacina contra o novo coronavírus para frequentar eventos com mais de 500 pessoas.

Leia também1 Jair Bolsonaro nega demissão de Queiroga e critica a imprensa
2 "Ninguém precisa temer o 7 de setembro", destaca Bolsonaro
3 Mudança no TSE facilita registro do Aliança Pelo Brasil
4 Cuiabá: Professora que criticou Bolsonaro está arrependida
5 CPI da Covid quer convocar Jair Renan e ex-mulher de Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.