Leia também:
X Bia Kicis detona Alexandre Frota e defende redes sociais

Bolsonaro defende Eduardo: ‘Deputados são invioláveis’

Presidente afirmou que não vê possibilidade de punição contra parlamentar

Paulo Moura - 02/11/2019 14h49

Jair Bolsonaro defendeu Eduardo de acusações Foto: PR/Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro defendeu neste sábado (2) o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), após uma declaração do parlamentar sobre a possibilidade de um novo AI-5 no Brasil caso a esquerda “radicalizasse”.

– Vamos respeitar a Constituição. Deputados e senadores são invioláveis civil e penalmente pelas suas opiniões. Lá na frente, se a população achar que ele não foi bem, não vota mais nele – afirmou.

O chefe do executivo também declarou que não vê qualquer possibilidade de punição contra Eduardo, já que o fato poderia abrir um precedente perigoso de “perseguição política” e fazer com que outros parlamentares fossem punidos.

Bolsonaro também explicou que Eduardo se referia às manifestações no Chile quando deu a declaração. O presidente também defendeu mudanças na lei antiterrorismo para que sejam enquadrados manifestantes que provocarem incêndios.

Leia também1 Gilmar Mendes acusa Eduardo de 'exaltar trevas' da ditadura
2 Veja! 8 momentos em que Bolsonaro humilhou a Globo
3 Eduardo manda recado a Frota, Macron e Madonna

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.